Publicado por: mvmportugues | junho 17, 2020

ROCK AND ROLL – O GRANDE MAL NA IGREJA HOJE – 2 Coríntios 6:14-17

Esta semana, nós nos deparamos com artigos sobre a música do rock and roll na igreja e sentimos a urgência de compartilhar o perigo que isso representa, com os pastores e leigos que seguem o nosso blog. O conteúdo desta redação descreve o engano e o mal do entretenimento versus o culto honesto e humilde na Igreja.

O grande mal na igreja hoje é que pensam que estão no negócio do entretenimento.

A.W. Tozer acreditava que isso já era verdade nos anos 1950 e 1960. Os membros da igreja “querem ser entretidos enquanto eles estão sendo edificados,” ele disse isso em 1962. Tozer lamentou, que “na maioria das igrejas era quase impossível conseguir alguém para participar de uma reunião onde a única atração era Deus.”

Mais recentemente, David Platt perguntou: “E se tirarmos a música rock e as cadeiras confortáveis? E se as telas sumirem e o palco não estiver mais decorado? E se o ar condicionado estiver desligado e os confortos forem removidos? Sua Palavra e adoração a Cristo ainda seriam suficientes para o Seu povo se unir? ”

Seria o suficiente?

Tozer acertou: “Métodos fraudulentos e música falsa são tão mortais quanto mensagens enganosas.”

A VIDA SANTA E A ADORAÇÃO SANTA VERSUS A ADORAÇÃO SUPERFICIAL E FALSA

Como Tozer, devemos estar preocupados com o fato de tantas pessoas em nossas igrejas querem se divertir enquanto adoram um outro deus. Devemos nos preocupar quando as pessoas não reconhecem mais a diferença entre a santidade e a mundanidade. E devemos ficar alarmados com a crescente crença de que é necessário adicionar mais entretenimento ao culto para que a igreja cumpra sua missão.

Ficamos tristes quando vemos os chamados cultos caracterizados mais por adereços, performances, com atmosfera de discotecas, do que pela sacralidade divina que mostra humilde e santo respeito por Deus. Essas pessoas são controladas por uma adoração falsa, e influenciados emocianalmente por demônios que são do inferno e controladas por enganadores inspirados por satanás.

Por favor, entenda que não se trata de estilos de adoração. A questão não é culto tradicional versus contemporâneo. Não é sobre o órgão versus a banda de adoração. Esse tipo de discussão erra completamente o ponto. Sobre que estamos falando é o foco e a intenção da adoração que vem do coração. As verdadeiras questões são essas:

Quem ou o que realmente está em destaque?
Se o centro de atenção se destaca mais no desempenho humano do que no Evangelho de Cristo, não é adoração.

Se alguém que não seja Jesus está recebendo nossa adoração, não é nosso Criador que as pessoas estão adorando.

Muitas igrejas começaram a dançar, onde toda a congregação transforma o que deveria ser um culto humilde em uma performance de discoteca.

Esses dançarinos fingem ser mais espirituais com a sua demonstração, do que as pessoas humildes e honestas que querem adorar a Deus na beleza de Sua Santidade.

Em seu orgulho, essas pessoas tentam fazer com que sua dança e movimentos de ginástica pareçam super espiritual, chamando-a de “dança davídica” ou “dança diante do Senhor.” Alguns chamam isso de dança messiânica, esse título é enganoso e traz grande desonra ao nosso maravilhoso Criador e Salvador. Lembre-se, o Messias condenou todos os shows e exibições religiosas orgulhosas e enganosas.

Muitas pessoas nos condenam por chamar a atenção a isto, dizem que os tempos mudaram e que somos legalistas, quando não há um lugar na Bíblia onde a dança seja realizada no templo, na sinagoga ou na igreja do Novo Testamento.

Então, que mensagem estamos comunicando?
A mensagem que o mundo precisa ouvir da igreja NÃO é: “Venha se divertir”, ” Venha e seja entretido” ou “Venha e encontre sua melhor vida agora.”

Tozer disse: “Cristo chama os homens a carregar uma cruz; no entanto, hoje a igreja atrai as pessoas a virem e se divertirem em Seu nome.”

A mensagem da igreja é a mensagem da cruz. Para que não esqueçamos, a cruz de Jesus era uma fonte de entretenimento apenas para aqueles que zombavam Dele enquanto Ele pendia nela.

Adorar nosso Deus Criador não é sobre ser entretido e ficar eufórico. Adorar é dar a vida, honrando a Deus que morreu por nós e recebendo Sua graça.

As vidas realmente são transformadas?
Alguns dirão: “Mas nossos métodos estão atraindo e ganhando pessoas!”

Tozer respondeu a aquele comentário perguntando: Atraindo-os e ganhando-os para que? Para o verdadeiro discipulado? Para carregar sua própria cruz? A abnegação? Para separação do mundo? Para a crucificação da carne? Para uma vida santa? À nobreza de caráter? A um desprezo dos tesouros do mundo? Para auto-disciplina? Para amar a Deus? Para compromisso total com Cristo?”

A PALAVRA FAZ O TRABALHO

David Platt e a igreja que ele lidera, McLean Bible Church, decidiram tentar responder à pergunta: “Sua Palavra ainda é suficiente para Seu povo se unir?” Eles eliminaram o entretenimento e convidaram as pessoas a virem simplesmente para estudar a Palavra de Deus e deram o nome de Igreja Secreta. Eles marcaram uma data – na sexta-feira à noite – em que se reuniam das 6:00 da noite até meia-noite e, durante seis horas, nada fariam senão estudar a Palavra de Deus e orar. As pessoas vieram; mil pessoas vieram pela primeira vez e a igreja cresceu a partir disso. Logo, eles tiveram que começar a aceitar reservas porque a igreja estava cheia. A Igreja Secreta agora atrai dezenas de milhares de pessoas via transmissão simultânea em mais de 50 países em todo o mundo – sem entretenimento, ou qualquer outra distração.

Por que eles vêm? Platt explicou em uma entrevista: “As pessoas têm fome da Palavra. Não há realmente nada de especial ou criativo nisso. É apenas o estudo da Palavra … A própria Palavra faz o trabalho! ”

As pessoas estão com fome de uma dieta que tem substância. Eles querem mais da Palavra; e aprofundar-se no seu conteúdo; e eles não querem o que Tozer chamou de “tolices religiosas e assuntos sem importância.”

O JULGAMENTO ESTÁ CHEGANDO AO ROCK AND ROLL RELIGIOSOS

Este é um aviso para qualquer pessoa envolvida com o rock and roll religioso inspirado por Satanás, que é uma abominação para Deus. Ao ouvir o “rock and roll religioso”, você está prejudicando não apenas a si mesmo, mas também aos filhos de Deus, que são ignorantes da verdade que está por trás dessa música.

Portanto, precisamos estar cientes das advertências do Senhor Jesus: “Mas se alguém fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe seria amarrar uma pedra de moinho no pescoço e se afogar nas profundezas do mar” (Mateus 18:6).

Se você realmente ama o Senhor Jesus e tem o Espírito Santo vivendo em você, você abandonará essa música maligna. Se não, Deus julgará aqueles que são rebeldes, porque Ele sempre julgou o pecado e a rebelião no passado, e Ele fará isso novamente; você quer o julgamento de Deus em sua vida?

A Bíblia adverte: “Estou prestes a derramar a minha ira sobre você e esgotar a minha indignação contra você; eu a julgarei de acordo com a sua conduta e lhe retribuirei todas as suas práticas repugnantes. Não olharei com piedade para você nem a pouparei; eu lhe retribuirei de acordo com todas as práticas repugnantes que há no seu meio. Então você saberá que é o Senhor que desfere o golpe” (Ezequiel 7:8-9).

“Se, porém, um justo se desviar de sua justiça, e cometer pecado e as mesmas práticas detestáveis dos ímpios, deverá ele viver? Nenhum de seus atos justos será lembrado! Por causa da infidelidade de que é culpado e por causa dos pecados que cometeu, ele morrerá” (Ezequiel 18:24).

“Ai dos que chamam ao mal bem e ao bem, mal, que fazem das trevas luz e da luz, trevas, do amargo, doce e do doce, amargo!” (Isaías 5:20).

“Vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus” (Tiago 4:4).

Ao lermos esses versículos, notamos que é nossa escolha obedecer ou se rebelar.

AVISO AOS PASTORES

“E Jesus lhes disse: “Está escrito: ‘A minha casa será chamada casa de oração’; mas vocês estão fazendo dela um ‘covil de ladrões’” (Mateus 21:13).

Hoje esse versículo tem um significado real à luz da música “religiosa rock”. O templo de Deus não tinha a intenção de se tornar um covil de ladrões. Este versículo diz: “mas vocês estão fazendo dela “, referindo-se ao fato de que foram os líderes religiosos que permitiram que o templo passasse de uma casa de oração a uma cova de ladrões.

Os líderes e pastores da igreja têm uma responsabilidade impressionante e eles vão dar um relato de como eles pastorearam a igreja sob seus cuidados. Se o pastor permitir que a tolice e o mal entrem, isso afetará o povo de Deus de maneira negativa, causando amor ao mundo e à carnalidade.

Portanto, se você não estiver familiarizado com esta passagem, leia-a com atenção. Isto é o que Deus disse a Ezequiel: “Eu fiz de você uma sentinela para a nação de Israel; por isso, ouça a minha palavra e advirta-os em meu nome. Quando eu disser ao ímpio que é certo que ele morrerá, e você não falar para dissuadi-lo de seus caminhos, aquele ímpio morrerá por sua iniqüidade, mas eu considerarei você responsável pela morte dele. Entretanto, se você de fato advertir o ímpio para que se desvie dos seus caminhos e ele não se desviar, ele morrerá por sua iniqüidade, e você estará livre da sua responsabilidade” (Ezequiel 33:7-9).

Se pastores impedem de que a maldade entre e se concentrarem em edificar o povo de Deus com a Palavra de Deus, a igreja crescerá e amadurecerá. Portanto, “cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo os colocou como bispos, para pastorearem a igreja de Deus, que Ele comprou com o seu próprio sangue” (Atos 20:28).

A tragédia da mania do rock religioso é que essa música demoníaca nunca teria chegado às igrejas se pastores e líderes da igreja tivessem obedecido a Deus e fechado a porta para esse mal.

Pastores, quando você se entrega a um entretenimento ímpio e a uma vida comprometida, demonstra sua “liberdade” falando sobre isso a partir do púlpito, referenciando o último filme imundo em seus sermões “tão legais”; você está causando danos àqueles a quem Jesus purificou, incentivando-os a seguir seus passos e mais. Lembre-se do versículo que já usamos antes. “Mas se alguém fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe seria amarrar uma pedra de moinho no pescoço e se afogar nas profundezas do mar” (Mateus 18:6).

Para aqueles pastores e líderes da igreja que assumem seu trabalho com leviandade e não estão comprometidos em edificar e proteger a igreja de Deus, devem se arrepender e lembrar que “todos nós devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba de acordo com as obras praticadas por meio do corpo, quer sejam boas quer sejam más” (2 Coríntios 5:10). E se você não se arrepender, terá que comparecer perante o Julgamento do Grande Trono Branco e será lançado para sempre no lago de fogo.

Às ovelhas que estão sendo enganadas, nós os exortamos no temor do Senhor; corra por suas vidas e entre em uma igreja onde a Palavra de Deus está sendo ensinada e a verdadeira adoração existe. Estude e conheça a Palavra, e não se deixe enganar por toda doutrina, pelas artimanhas dos homens, pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro (Efésios 4:14).

É o dever do pastor revisar que tipo de música que é permitida em uma igreja que teme a Deus. Portanto, dizemos aos líderes piedosos: sejam fortes e sejam fiéis.

AQUI ESTÃO ALGUMAS MANEIRAS PERIGOSAS DE PENSAR

ARGUMENTO # 1 – O rock cristão não pode estar errado. Veja todas as pessoas que recebem a mensagem durante esses shows religiosos de rock and roll. Veja como Deus tornou popular essas bandas.

RESPOSTA: Os chamados resultados não significam que Deus está por trás disso. O Senhor Jesus disse: “Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores” (Mateus 7:15).

E Ele continua: “Nem todo aquele que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?’ Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!” (Mateus 7:21-23).

O Senhor Jesus também disse que muitos serão enganados pelos falsos profetas e por falsos cristos. “Então numerosos falsos profetas surgirão e enganarão a muitos. Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará,… pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos” (Mateus 24:11-12, 24).

ARGUMENTO # 2 – Temos que usar a música rock, porque esta é a única maneira de alcançar os jovens desta geração.

RESPOSTA – Os roqueiros religiosos nos dizem que devemos parecer e soar como o mundo para alcançar os jovens desta geração. Eles dizem que muitos jovens não ouvem o evangelho ou vão à igreja, por isso devemos encontrá-los em um terreno comum. Esse terreno comum é o rock and roll. Em outras palavras, eles estão dizendo que a pregação da Palavra de Deus já não é suficiente para jovens e adultos.

Se isso for verdade, devemos abrir bares para alcançar a multidão dos que bebem. Devemos abrir lojas de pornografia para alcançar aqueles que se envolvem nesta abominação. Não deveríamos ir ao nível deles para poder trazê-los ao Senhor Jesus Cristo? Assim, que importa se fazemos o mal, se o resultado final for bom? Que importa um pequeno desvio dos padrões de santidade de Deus, se resultar na salvação de almas?

Esse tipo de raciocínio é uma das doutrinas de demônios que os cristãos estão aceitando. Não faz sentido que a Bíblia que funcionou com sucesso ao longo dos séculos continue a funcionar tanto para jovens quanto para idosos? Quantos cristãos que amam o povo de Deus teriam a coragem de dizer: “Basta, já não mais! Jogue essa porcaria satânica fora da igreja e de volta ao inferno, onde ela pertence?”

Você entende que apenas alguns anos atrás essa música maligna não seria nem remotamente considerada um método adequado para cantar e louvar a Deus? Esse tipo de música teria sido imediatamente jogado para fora das igrejas. O que estamos testemunhando hoje é a degeneração espiritual e moral que afeta os cristãos na medida em que muitos já não têm mais discernimento entre o bem e o mal.

Caso você não saiba, o termo “rock and roll” significa fornicação. É um nome para imoralidade sexual. Ele destruiu a vida de muitos adolescentes através do suicídio, abuso de drogas, imoralidade, perversão, satanismo, etc.

Infelizmente, vivemos numa época em que muitos cristãos e líderes da igreja estão permitindo que essa música demoníaca entre em suas igrejas, alegando que a música é sagrada e santificada porque as letras são alteradas para incluir algumas palavras ‘religiosas’. Onde está o discernimento na igreja? Os cristãos estão perdendo a capacidade de discernir a diferença entre o bem e o mal? O fato de que essa música demoníaca chegou à igreja é uma prova do declínio moral e espiritual que afeta a igreja hoje.

A Bíblia nos diz: “Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente? Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo. . .Portanto, “saiam do meio deles e separem-se”, diz o Senhor. “Não toquem em coisas impuras, e eu os receberei” (2 Coríntios 6:14-17).

Mais importante ainda, a Palavra de Deus não diz que devemos sair e adquirir os maus caminhos do mundo, ao contrario somos ordenados a sair e nos separar do mal.

AVISO PARA TODOS

Hoje temos “igrejas” tocando: Rock cristão, Nova Onda cristã, Heavy Metal Gospel, Punk Rock cristão e Rap cristão, para citar alguns. O que eles vão fazer em seguida?

Lembre-se de que o “Rock cristão” ou qualquer outra variedade é destrutiva para a Igreja, pois leva o povo de Deus à sensualidade e compromete a Palavra de Deus. Se você ama sinceramente o Senhor Jesus Cristo e está envolvido com esse tipo de música, obedeça ao Senhor e o abandone, a menos que você faça parte daqueles que “afirmam que conhecem a Deus, mas por seus atos o negam; são detestáveis, desobedientes e desqualificados para qualquer boa obra” (Tito 1:16).

Nossa missão é trazer glória e honra a Deus por meio de nossas palavras, ações e nosso compromisso de servir aos outros e de fazer discípulos. Como Jesus disse: “‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’” (Mateus 22:37-39).

O tipo de adoração que Deus deseja acontece fora dos muros de uma igreja que emprega uma performance de rock and roll. A verdadeira adoração é sobre obediência, discipulado e expressar nossa admiração pela santidade de Deus, que Lhe traz honra e glória todos os dias de nossa vida.

*******


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: