Publicado por: mvmportugues | novembro 11, 2020

DEUS PROTEGE AQUELES QUE CONFIAM NELE – Salmo 91

Este Salmo fala diretamente às preocupações de cada pessoa e a necessidade de proteção e segurança. Lemos que a proteção de Deus daqueles que se aproximam Dele estava principalmente na mente do autor. Nos versículos 1 e 2, nós encontramos uma descrição do lugar final para o abrigo e refúgio.

1Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso

2  pode dizer ao Senhor: “Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio.”

No primeiro verso, a imagem visual é de um que é protegido no lugar mais seguro de Deus, Sua sombra, e assim, protegido por Sua presença. Devemos entender que aquele que “habita” ou vive no lugar secreto de Deus este será protegido pela Sua presença Toda-poderosa. Não é o que afirma habitar na presença de Deus que será protegido, mas aquele que realmente vive lá. O ensinamento claro em tudo isso é que para o crente alcançar qualquer uma das promessas de Deus ele deve viver em comunhão ininterrupta com Deus, nunca agindo de vontade própria, mas fazendo apenas o que Deus dirige em Sua Palavra. Ele deve ser totalmente consagrado ao serviço de Deus e completamente rendido à autoridade de Jesus Cristo.

Versículo dois nos diz que precisamos confiar e reconhecê-Lo como o nosso refúgio e fortaleza. Não devemos confiar em nossa própria força e intelecto para nos salvar do perigo, e necessitamos reconhecer aonde a nossa proteção real se encontra. Isto implica fé. Hebreus 11:6 declara: “E sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que Ele existe e que Ele recompensa aqueles que o buscam.”

3 Ele o livrará do laço do caçador e do veneno mortal.

Aqui o salmista quer que sejamos conscientes de que Deus vai nos salvar de ser preso por um inimigo, visível ou invisível. Deus também vai nos salvar da “pestilência mortal ” ou “veneno mortal.” Pestilência refere-se a pragas mortais, doença temida, epidemias, etc. Nós podemos ter certeza de que quando vivemos no lugar secreto de Deus, Ele nos livrará de nossos inimigos, visíveis ou invisíveis.

4 Ele o cobrirá com as suas penas, e sob as suas asas você encontrará refúgio; a fidelidade dele será o seu escudo protetor. 

Deus cobre e protege aqueles que são Seus. Aqui, novamente o autor usa linguagem figurada para descrever o amor de Deus, Sua fidelidade e proteção divina para aqueles que confiam Nele.

5 Você não temerá o pavor da noite, nem a flecha que voa de dia,

6 nem a peste que se move sorrateira nas trevas, nem a praga que devasta ao meio-dia.

7 Mil poderão cair ao seu lado, dez mil à sua direita, mas nada o atingirá.

Nesses versículos o escritor muda seu foco para o beneficiário. O crente não terá medo porque ele está vivendo no santuário interno do Deus Onipotente. Hoje em dia o terror pode ser a ameaça desconhecida do terrorismo ou as armas de destruição que desencadeiam. Seja qual for a ameaça, eles não podem penetrar a defesa do Todo-Poderoso. Pestilência e pragas na definição de hoje poderia ser como o antraz, a Covid-19, a ebola, a varíola e outros. No entanto, vemos no versículo 7 que embora milhares possam cair ao nosso lado, aqueles no cuidado de Deus permanecerão intocados.

8 Você simplesmente olhará, e verá o castigo dos ímpios.

O segundo resultado é que vamos observar apenas a punição de Deus dos ímpios, e aqueles que habitam no abrigo do Altíssimo e descansam à sombra do Todo-poderoso não vão experimentá-lo. Portanto, devemos ser profundamente gratos pela graça de Deus e Sua misericórdia indescritível.

O que podemos aprender do Salmo 91:3-8 é que Deus protege aqueles que são Seus. Ele não permitirá nenhum perigo ou ameaça em suas vidas, exceto aqueles filtrada através de Sua mão soberana. E em relação a última doença do pecado, aqueles que acreditam são eternamente livrados do seu fim inevitável. Não há morte no abrigo do Altíssimo. Sim, há ameaças de morte que enfrentamos diariamente; mas estas só podem destruir o nosso corpo mortal. Morte física para o crente é simplesmente uma porta aberta para a vida eterna na presença de Deus.

9 Se você fizer do Altíssimo o seu abrigo, do Senhor o seu refúgio,
10 nenhum mal o atingirá, desgraça alguma chegará à sua tenda.

Deus faz uma promessa incrível nos versículos 9 e 10. Ela começa com uma condição e termina com um resultado. Em uma instrução condicional, devemos sempre satisfazer a condição antes de podermos reivindicar a promessa. Se não estamos experimentando proteção divina de Deus, devemos sempre perguntar: “Estou vivendo a minha vida na Presença de Deus e à luz de Sua natureza e atributos?” Então, tendo cumprido a condição, podemos antecipar experimentar a promessa.

11 Porque a seus anjos Ele dará ordens a seu respeito, para que o protejam em todos os seus caminhos;

12 com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra.

Nestes versos, Deus revela o método pelo qual Ele protege os Seus filhos. Estes são anjos específicos que Deus coloca no comando para vigiar todos os caminhos daqueles que escolhem viver dentro de Seu abrigo e seu envolvimento pessoal é de com as mãos eles o segurarão. 

13 Você pisará o leão e a cobra; pisoteará o leão forte e a serpente.

Aqui vemos um retrato da vitória que é nossa quando estamos na sombra de nosso Pai Celestial. Pelo poder de Deus, seremos capazes de “pisar” e “pisotear” sobre o leão e a cobra … o “grande leão” e a “serpente”. Deus está falando aqui sobre o nosso adversário espiritual, Satanás, que é descrito na Bíblia tanto como um leão e uma serpente. Quando você está perto de Deus, Seu poder está por trás de você e nem mesmo Satanás será capaz de te derrotar. 

14 “Porque ele me ama, Eu o resgatarei; Eu o protegerei, pois conhece o Meu nome.

15 Ele clamará a mim, e Eu lhe darei resposta, e na adversidade estarei com ele; vou livrá-lo e cobri-lo de honra.

16 Vida longa Eu lhe darei, e lhe mostrarei a minha salvação.”

Nos últimos três versos, o próprio Deus pronuncia oito bênçãos para aqueles que se consagraram ao Seu serviço. O amor no verso 14 neste contexto se refere a deleita-se ou aderir se a. Este verso ensina que Deus só se obrigou a entregar aqueles que realmente se deleitam com Ele de todas as suas preocupações, e Ele vai honrá-los. Deus vai satisfazer aqueles que qualificam para estas bênçãos com vida longa e lhes mostrará Sua salvação. A visão completa da graça divina deve ser a visão final do crentes. 

Note-se que as condições de salvação são as mesmas em ambos o Antigo e Novo Testamento. Deus estabeleceu as condições e elas devem ser respeitadas, a fim de ser salvo. Como Jesus disse: “Nem todo o que me diz: ‘Senhor, Senhor’ entrará no reino dos céus, mas somente aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome e em teu nome não expulsamos demônios e em teu nome fizemos muitos milagres? ‘Então eu lhes direi claramente: Nunca vos conheci. Longe de mim, malfeitores’ (Mateus 7:21-23).

*******


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: