Publicado por: mvmportugues | abril 2, 2020

QUEM TEM OUVIDOS OUÇA O QUE O ESPÍRITO DIZ ÀS IGREJAS – Apocalipse 2 e 3

Ouvir e escutar são sinônimos, mas têm implicações diferentes, porque você pode ouvir alguém sem realmente escutar o que está sendo dito. 

Escutar exige que uma pessoa preste atenção ao orador e requer concentração; significa entender o que está sendo dito e fornecer uma resposta adequada, porque, quando não escutamos, realmente não há comunicação nem entendimento do que foi transmitido. 

Jesus fala muitas vezes sobre “aquele que tem ouvidos, ouça!” nos evangelhos (Mateus 11:15; Marcos 4:23; Lucas 14:35). “Ter ouvidos para ouvir” era um expressão comum que se referia àqueles cujos corações estavam prontos para agir de acordo com a verdade que lhes foi dada. 

Milhares foram impactados pelo ministério terrestre de Jesus, mas apenas algumas pessoas tiveram “ouvidos para ouvir”. Em João 6:66, Jesus havia explicado novamente quem Ele é, mas João registra que: “Nesse momento, muitos de seus discípulos se afastaram dele e o abandonaram.” Essas eram pessoas que ouviram Sua mensagem, mas seus corações não desejavam obedecê-la. Somente aqueles com “ouvidos para ouvir” ficaram porque reconheceram que Jesus tinha as “palavras da vida eterna” (João 6:68–69). 

Hoje, o evangelho está mais amplamente disponível do que nunca; no entanto, a maioria das pessoas não escutam. É o Espírito Santo que nos dá ouvidos para ouvir, mas é nossa responsabilidade agir de acordo com esse dom. Portanto, se hoje você ouvir a voz Dele, não endureça seu coração (Hebreus 3:15), porque maior entendimento são as recompensas para quem escuta. 

Sempre que Jesus diz: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”, Ele está chamando pessoas para prestar atenção com cuidado. É uma outra maneira de dizer: “Ouça, preste atenção!” Falar em parábolas era uma das maneiras pelas quais Jesus procurava atrair a atenção da multidão. As pessoas adoram histórias e as parábolas retratam eventos e personagens com os quais eles podiam se relacionar prontamente. Mas, a menos que eles estivessem dispostos a evitar outras distrações e vir a Jesus para entender o significado de Sua pregação, Suas palavras seriam apenas histórias que não seriam compreendidas. 

Quando Seus discípulos perguntaram por que Ele estava falando às multidões em parábolas, Jesus se refere a Isaías 6, que fala de pessoas que têm olhos e não vêem e ouvidos mas não ovem nem entendem, porque endureceram seus corações e escolheram ignorar a Palavra do Senhor (Mateus 13:10–15; Isaías 6:8–10). Parte do julgamento daqueles que se recusam a acreditar é que eles acabarão perdendo sua oportunidade de acreditar. 

Uma frase semelhante é encontrada em Apocalipse em cada uma das sete cartas às igrejas: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 2:7, 11, 17, 29; 3:6, 13, 22). E em Apocalipse 13:9, imediatamente após uma descrição do Anticristo, lemos: “Quem tem ouvidos, ouça.” Os leitores do Apocalipse são chamados a prestar muita atenção e buscar a sabedoria de Deus com relação ao que está escrito. 

O Senhor está literalmente dizendo: “Se você entende, então preste atenção à mensagem”. Devemos ouvir a Palavra de Deus; porque o Espírito está falando conosco através dela! Você está escutando? Você está se esforçando para entender o que Deus está dizendo através da Sua Palavra e está prestando atenção à mensagem? Você está fazendo perguntas se não entende? Você está ansioso para compreender o que Deus está tentando transmitir a você? 

Na revelação de Jesus Cristo, cada uma dessas cartas dadas a João pelo ressuscitado Senhor Jesus contém advertências apropriadas ao povo de Deus em todas as épocas; e está nos pedindo para escutar o que Ele falou às igrejas ao longo dos séculos. 

Nos capítulos 2 a 3, Jesus falando às sete igrejas, diz sete vezes: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

  • À Éfeso (Apocalipse 2:1-7) – a igreja que havia abandonado o seu primeiro amor (2:4).

Como a igreja em Éfeso, podemos facilmente ser vítimas de uma observância redundante da religião. Jesus diz em João 14:21: “Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele.” A verdade é que quem realmente escuta, presta atenção e obedece, não desiste do seu primeiro amor; assim como o Senhor desafiou Éfeso a não abandonar seu primeiro amor. 

  • Para Esmirna (Apocalipse 2:8-11) – a igreja que sofreria perseguição (2:10).

Jesus disse em Mateus 10:22: “Vocês serão odiados por todos por causa do meu nome, mas aquele que permanecer firme até o fim será salvo.” O Senhor nos encoraja a sermos fiéis na presença de perseguição, ouvindo a direção do Espírito Santo. 

  • À Pérgamo (Apocalipse 2:12-17) – a igreja que precisava se arrepender (2:16).

Nosso Senhor odeia compromissos religiosos e morais. Ele chama Seu povo para viver de maneira diferente. Jesus deseja pureza entre o seu povo; portanto, temos a responsabilidade de remover falsos mestres da igreja. Precisamos ouvir atentamente o que Ele está dizendo: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” 

  • À Tiatira (Apocalipse 2:18-29) – a igreja que tinha uma falsa profetisa (2:20).

Jesus tem palavras severas para esta igreja. Aparentemente, uma falsa profetisa estava levando os crentes a se comprometerem (Apocalipse 2:20). A igreja estava envolvida em imoralidade sexual e se envolvia em idolatria. É possível que “Jezabel” fosse seu nome real, mas é mais provável que o nome fosse uma referência metafórica a Jezabel do Antigo Testamento; que era outra mulher idólatra que se opunha aos caminhos de Deus. Em vez de se repreender e enviá-la para fora da igreja, os crentes em Tiatira estavam permitindo que ela continuasse seu engano. Eles não estavam ouvindo ou escutando o que o Espírito estava dizendo à igreja. 

Jesus estava desafiando Tiatira, e está nos desafiando sobre nossos padrões morais. Esta igreja havia esquecido a verdade que ouviram quando ouviram o Evangelho pela primeira vez, já que alguns que pertenciam a essa igreja permaneceram fiéis (Apocalipse 2:24-25). Isso soa familiar à luz do que está acontecendo nas igrejas hoje? 

  • Para Sardes (Apocalipse 3:1-6) – a igreja que tinha adormecido (3:2).

Jesus nota o julgamento que aconteceria se eles não se arrependessem: “Se vocês não despertarem, Eu irei como um ladrão e vocês não ficarão sabendo a hora em que eu os surpreenderei” (Apocalipse 3:3). Uma igreja morta, será disciplinada pelo próprio Jesus. “Despertar” significa começar a prestar atenção à sua necessidade de salvação, e deixar de ser descuidado com a condição do coração diante de Deus. O Senhor desafia todos nós a não sermos complacentes, mas estarmos alertas e escutar o que Ele tem a dizer. 

  • À Filadélfia (Apocalipse 3:7-13) – a igreja que tinha sofrido pacientemente (3:10).

A igreja de Filadélfia permaneceu fiel diante do julgamento. Por causa disso, o Senhor promete a eles uma “porta aberta” de bênção, como também promete a todos que escutam, entendem e obedecem. O Senhor nos encoraja, como fez com a igreja de Filadélfia, a nos apegarmos à verdade de que fomos ensinados, apesar de tantos erros serem ensinados nas igrejas hoje. 

  • À Laodiceia (Apocalipse 3:14-22) – a igreja com a fé morna (3:16).

A igreja de Laodicéia tornou-se apática em seu amor a Cristo. Eles estavam permitindo que “as preocupações desta vida, o engano das riquezas e os anseios por outras coisas sufocaram a palavra, tornando-a infrutífera” (Marcos 4:19). Cristo os chamou para se arrependerem e viverem zelosamente por Ele, a “escolher hoje a quem irão servir” (Josué 24:15). O Senhor Jesus faz o mesmo chamado para aqueles que dizem que O seguem hoje, mas na verdade nunca ouviram o que Ele disse ou, pelo menos, não o colocaram em prática. O povo de Laodicéia não apenas se orgulhava, mas eram ignorantes e espiritualmente falidos como muitos são hoje. 

Essas cartas e advertências foram escritas para fortalecer aqueles que têm fé genuína, lembrando-os da grande e gloriosa salvação que eles já têm por meio de Jesus, e que será deles por toda a eternidade. As cartas eram para impressionar aqueles que não têm fé genuína, a necessidade urgente de vencer o maligno, crendo em Jesus Cristo e sendo purificados por Seu sangue. Somente pelo arrependimento e fé as promessas declaradas de salvação e bem-aventurança podem ser aplicadas. 

Mesmo agora, quando os “cristãos nominais” ou os incrédulos flagrantes lêem essas cartas, eles têm mais uma oportunidade de se arrepender e crer enquanto ainda é o “dia da graça”, para que eles também desfrutem da salvação e bênção que é a posse segura de todos que ‘vencem’. 

Portanto, ‘Hoje, se você ouvir a voz Dele, não endureça seu coração’ (Hebreus 3:15). 

Lembrando o que Jesus disse: “Quem ouve a Minha palavra e crê naquele que Me enviou, tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida” (João 5:24).

*******


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: