Publicado por: mvmportugues | janeiro 30, 2020

O QUE SIGNIFICA NASCER DE NOVO? João 3:3

Em resposta, Jesus declarou: “Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo.” (João 3:3) 

Para servir ao Senhor, devemos nascer de novo do Espírito Divino; literalmente significa “nascido de cima”.

Então, como isso acontece? A Bíblia nos diz que a fé vem por ouvir, isto é, por ouvir as boas-novas a respeito de Cristo (Romanos 10:17). 

Então, por que uma pessoa precisa nascer de novo? 

O apóstolo Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, escreveu que “todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus” (Romanos 3:23). Os pecadores estão espiritualmente “mortos”; e quando eles recebem vida espiritual pela fé em Cristo, a Bíblia a compara a um renascimento. Somente aqueles que nascem de novo têm seus pecados perdoados e têm um relacionamento com Deus. 

Uma vez que uma pessoa ouve a Palavra de Deus e é verdadeiramente instruída nela, receberá uma nova consciência e capacidade de conhecer e amar a Deus. Isso lhes dará obediência voluntária a todas as Suas diretrizes e um desejo verdadeiro de adorá-Lo em Espírito e em verdade. 

A verdadeira adoração deve ser “em espírito”, isto é, envolvendo todo o coração. A menos que exista uma verdadeira paixão por Deus, não há adoração em espírito. Ao mesmo tempo, a adoração deve ser “em verdade”, ou seja, precisamos ser adequadamente informados. A menos que tenhamos conhecimento do Deus que adoramos, não há adoração em verdade. Ambos são necessários para a adoração que honra a Deus. 

Um espírito sem verdade leva a uma experiência superficial e demasiadamente emocional, onde, assim que a emoção termina, o fervor esfria e a adoração acaba. 

No entanto, quanto mais uma pessoa sabe sobre Deus, mais ela O aprecia. Quanto mais apreciamos, mais profunda nossa adoração. Quanto mais profunda nossa adoração, mais Deus é glorificado. 

Então, o que acontece quando somos salvos? 1 João 3:9 descreve uma pessoa que nasceu de Deus: “Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus.” Deus, nosso Pai, é Santo, e Ele deseja que Seus filhos se tornem Santos como Ele é (1 Pedro 1:15–16). 

Quando nascemos de Deus, temos um novo coração, que quer agradar a Deus e andar digno do Senhor, agradando-O plenamente, sendo frutífero em toda boa obra e aumentando o conhecimento de Deus (Colossenses 1:10); e começamos a experimentar uma sensação de liberdade e paz na alma.

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça na qual agora estamos firmes; e nos gloriamos na esperança da glória de Deus (Romanos 5:1-2); começamos a exibir os frutos do espírito: “Amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio” (Gálatas 5:22-23). 

Quando o coração é renovado pela graça divina, o amor é o princípio dominante da ação e nós O amamos, porque Ele nos amou primeiro (1 João 4:19). O ódio desaparece e começamos a experimentar o amor pelos outros, e sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos… (1 João 3:14). 

Nós afastamos nossa mente e coração do mundo e não amamos o mundo ou as coisas no mundo; porque entendemos que se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele … (1 João 2:15).

Experimentamos a vitória onde houve derrota porque confiamos e obedecemos a nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. “Toda a glória seja àquele que é poderoso para guardá-los de cair e para levá-los, com grande alegria e sem defeito, à sua presença gloriosa. Toda a glória seja àquele que é o único Deus, nosso Salvador por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor. Glória, majestade, poder e autoridade lhe pertencem desde antes de todos os tempos, agora e para sempre! Amém.” (Judas 1:24-25) 

E, à medida que crescemos, começamos a entender que o poder divino, combinado à obediência humana, nos dá vitória e descobrimos que: “Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação” (Filipenses 4:13). 

Desenvolvemos um desejo cada vez maior de orar, como o salmista escreveu: “Como a corça anseia pelas correntes de água, assim minha alma anseia por ti, ó Deus. Tenho sede de Deus, do Deus vivo; quando poderei estar na presença dele?” (Salmos 42:1-2) 

E Paulo escreveu: ore sem cessar (1 Tessalonicenses 5:17); significando uma atitude de estar consciente de Deus que carregamos conosco o tempo todo; sabendo que Deus está conosco e que Ele está ativamente envolvido e engajado em nossos pensamentos e ações em todos os momentos. 

A pessoa nascida de novo, gostará de ler a Palavra de Deus. Pode ter sido desinteressante antes de sua conversão, mas agora a Palavra de Deus é sua melhor amiga. É o seu padrão de vida. Uma pessoa é capaz de cumprir suas promessas e entender que: “Tua palavra é lâmpada para meus pés e luz para meu caminho” (Salmo 119:105). E “Quando descobri tuas palavras, devorei-as; são minha alegria e dão prazer a meu coração, pois pertenço a ti, ó Senhor, Deus dos Exércitos” (Jeremias 15:16). 

Haverá uma crescente sensibilidade ao pecado. Quanto mais nos aproximarmos de Jesus, mais veremos a pureza de Seu caráter. Além disso, quanto mais chegamos a Ele, mais veremos a terrível pecaminosidade do pecado. A pessoa nascida de novo terá novos pensamentos, sentimentos e motivos. A mente será mudada e uma atitude de obediência voluntária a Deus será despertada em nossa alma. “Tenho prazer em fazer tua vontade, meu Deus, pois a tua lei está em meu coração” (Salmos 40:8). 

Também teremos o desejo de testemunhar à outros. Como Jesus disse aos discípulos antes de subir ao céu: “Vocês receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em toda parte: em Jerusalém, em toda a Judeia, em Samaria e nos lugares mais distantes da terra” (Atos 1:8). 

A razão é que, quando nascemos de novo e entendemos o que Cristo fez por nós e o que nos espera por toda a eternidade, testemunhar para os outros se torna nossa paixão e prazer. Desejamos ansiosamente que os outros saibam o precioso amigo que encontramos em Jesus e somos incapazes de ficar calados. 

Somente o poder de Cristo pode operar a transformação em cada coração e mente. Mas lembre-se do seguinte: “Sem fé é impossível agradar a Deus. Quem deseja se aproximar de Deus deve crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam” (Hebreus 11:6). 

Efésios 2:8-9 declara: “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.” Quando uma pessoa é salva, ela nasce de novo, espiritualmente renovada e agora é filho/a de Deus por direito de novo nascimento. 

Porque, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus (João 1:12-13). 

Confiando em Jesus Cristo, Aquele que pagou a penalidade do pecado quando morreu na cruz é o meio de nascer de novo. “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” (2 Coríntios 5:17). 

Se você deseja aceitar Jesus Cristo como seu Salvador e nascer de novo, aqui está um exemplo do que você pode orar. 

– Deus, eu sei que pequei contra Ti e sou digno de punição. Agora entendo que Jesus Cristo recebeu a penalidade que eu mereço para que pela fé Nele eu pudesse ser perdoado. Confio em Ti para a salvação. Obrigado por Sua maravilhosa graça e perdão; e o presente da vida eterna. Amém! – 

No entanto, você precisa entender, que simplesmente repetir esta oração ou qualquer outra oração não irá salvá-lo. É somente confiando em Cristo que te pode salvar do pecado. Esta oração é simplesmente uma maneira de expressar a Deus sua fé Nele e agradecê-Lo por providenciar sua salvação. Para realmente nascer de novo, você deve aceitar Jesus Cristo como o Senhor absoluto de sua vida e estar disposto a obedecer Seus mandamentos para viver uma vida santa que Ele descreveu na Bíblia. 

“Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação. Como diz a Escritura: “Todo o que nele confia jamais será envergonhado” (Romanos 10: 9-11). 

Portanto, lembre-se de que não há um cristão verdadeiro que não seja um “cristão nascido de novo”. Como Jesus disse “a menos que alguém nasça de novo, ele não pode ver o reino de Deus. . . . Você deve nascer de novo ” (João 3:3, 7).

*******

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: