Publicado por: mvmportugues | agosto 15, 2019

O PAPEL DE UMA MULHER MADURA PARA ENSINAR MULHERES MAIS JOVENS – Tito 2:3-5

Semelhantemente, ensine as mulheres mais velhas a serem reverentes na sua maneira de viver, a não serem caluniadoras nem escravizadas a muito vinho, mas a serem capazes de ensinar o que é bom. Assim, poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus maridos e seus filhos, a serem prudentes e puras, a estarem ocupadas em casa, e a serem bondosas e sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada. (Tito 2:3-5)

Quem são as “mulheres mais velhas”? Paulo provavelmente tinha em mente mulheres além da idade fértil. A razão para o conselho em Tito 2:3-5 para mulheres mais velhas ensinarem mulheres moças casadas e com filhos foi que a grande maioria das mulheres no primeiro século se casavam muito jovens e precisavam de orientação de uma mulher mais velha e temente a Deus.

Paulo incentiva Tito a ensinar todos os grupos da igreja; homens mais velhos, homens jovens, mulheres mais velhas, escravos, todo grupo, exceto mulheres jovens! Ensinar e treinar mulheres jovens em condição de ser piedosa era e é principalmente a responsabilidade de mulheres mais velhas, não do pastor ou anciãos de uma igreja; portanto, é vital que as mulheres piedosas e os ministérios das mulheres não percam de vista esse objetivo.

Então, o que é que as mulheres mais velhas devem ensinar as mulheres mais jovens? Vamos dar uma olhada nos nossos versos.

As mulheres mais velhas devem ser reverentes na sua maneira de viver. O termo “reverência” foi usado para caracterizar a conduta da santidade, o que sugere que ele está falando de mulheres que amam e obedecem o Senhor. Elas devem ensinar às moças o que está de acordo com a sã doutrina (Tito 2:1), mulheres mais velhas que entendem a Palavra de Deus e que manejam corretamente a palavra da verdade (2 Timóteo 2:15). A mulher reverente teme a Deus e vive em Sua presença servindo a Deus com todo seu coração, mente e alma. Ela busca Sua vontade para sua vida e segue Seus caminhos. (Provérbios 31:26, João 14:15, Salmo 119:15)

As mulheres mais velhas não devem ser caluniadoras. A palavra caluniador em grego é usada para identificar o diabo! E também significa fofoqueiros maliciosos. Uma mulher piedosa não repetirá histórias prejudiciais sobre os outros. Ela não vai espalhar rumores ou meias-verdades que prejudicam a reputação de alguém.

As mulheres mais velhas não devem ser escravizadas ao vinho. Há uma conexão entre uma língua solta e uma bebida inebriante. Uma mulher que bebe provavelmente vai falar demais. Estes eram os vícios comumente associados ao tipo negativo de mulheres mais velhas na sociedade greco-romana.

As mulheres mais velhas devem ser capazes de ensinar o que é bom. A palavra “bom” poderia ser traduzida como “bela e pura”. Como vemos, foram as mulheres mais velhas, e não Tito, que ensinaram as mulheres mais jovens a serem verdadeiramente belas, ou seja, ser piedosas.

Isto é especialmente importante, pois a igreja vê mulheres mais jovens vindo a Cristo de origens pagãs. Talvez não tiveram modelos piedosos para ensiná-las a fazer de suas casas lugares atraentes para suas famílias. Elas não sabem como amar seus maridos e filhos. O feminismo mundano diz a elas para esquecer suas famílias e encontrar satisfação nas coisas do mundo. As mulheres mais velhas e piedosas devem falar sinceramente com elas ensinando o que é belo e atraente sobre um lar piedoso.

Assim, poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus maridos. Neste texto, a palavra que Paulo usa implica o amor da amizade. Um marido e uma esposa devem cultivar um companheirismo intimo. O amor pelo seu marido começa em como você pensa nele todos os dias. Se você se queixar dos seus maus hábitos ou verbalmente o ataca todo o dia com suas palavras, você não o ama. Você deve começar agradecendo a Deus por ele e pensando sobre suas necessidades e como você pode realizá-las. O amor da amizade requer tempo juntos, compartilhando seus pensamentos e sentimentos, e acima de tudo, estudando a Palavra de Deus juntos.

As mulheres mais jovens não devem apenas amar seus maridos, mas também respeitá-los; Seu marido tem plena confiança nela e nunca lhe falta coisa alguma. Ela só lhe faz o bem, e nunca o mal, todos os dias da sua vida (Provérbios 31:11-12). Veja também Provérbios 31:28, 1 Pedro 3:1-6, Efésios 5:22-24.

Assim, poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus seus filhos. Isso pode ser difícil às vezes, especialmente quando eles tentam sua paciência pela desobediência deles. Seria bom memorizar 1 Coríntios 13:4-7 para que você possa aprender como se relacionar com seu marido e filhos. O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

As mulheres mais jovens devem ensinar aos filhos os caminhos da Bíblia. Eles devem nutrir seus filhos com o amor de Cristo, discipliná-los com cuidado e sabedoria, e treiná-los no caminho que devem seguir. (Provérbios 22:6, Provérbios 31:26-28). E Deus ordenou a todo o Israel que Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças.  Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar (Deuteronômio 6:5-7).

As mulheres mais jovens devem ser prudentes. Isto literalmente significa estar no controle racional de seus impulsos e paixões.

As mulheres mais jovens devem ser puras. Isso se refere à pureza sexual. Você não deve se associar com nada que alimente sua imaginação com os supostos prazeres do romance ilícito. Se algo te está incomodando porque suas necessidades emocionais ou físicas não estão sendo satisfeitas, você precisa encontrar um tempo apropriado e falar honestamente e calmamente com seu marido sobre essas necessidades.

As mulheres mais jovens devem ter a beleza interior que só vem de Cristo. Elas devem usar sua criatividade e senso de estilo para criar beleza em sua vida e na vida de seus entes queridos. (1 Pedro 3:1-6)

As mulheres mais jovens devem estar ocupadas em casa. O lembrete aqui é que seu dever é primeiro para sua casa e família. Ela pode trabalhar fora de casa, mas nunca negligenciando seu principal chamado para estar atenta ao lar e à família. (Provérbios 31:13-15, Provérbios 31:27)

Ela cria uma atmosfera convidativa de calor e amor para sua família e convidados. Ela usa hospitalidade para ministrar àqueles que a rodeiam. (Provérbios 31:20-22)

Ela trabalha diligentemente para completar suas tarefas diárias. Ela não passa tempo olhando e pensando naquelas coisas que não agradam ao Senhor. (Filipenses 4:8)

As mulheres mais jovens devem ser bondosas. Esta característica também faz parte do fruto do Espírito dado por Paulo (Gálatas 5:22-23), que é relevante para todos os cristãos. A mulher bondosa pensa nas necessidades dos outros e se esforça para atender a essas necessidades. Quando um membro da família está chateado ou desanimado, ela responde com simpatia e palavras amáveis.

Uma mulher amável serve o marido, a família, os amigos e os vizinhos com um espírito gentil e amoroso. Sua casa não é apenas um refúgio seguro, mas também uma base para amar, servir e alcançar os outros.

As mulheres mais jovens devem estar sujeitas aos seus próprios maridos. Paulo também escreve sobre as esposas se submeterem a seu marido em (Efésios 5:22–33), assim como Pedro (1 Pedro 3:5). Em Tito, isso deve estar em contraste com a cultura dos não-crentes em Creta, onde as esposas provavelmente desrespeitaram seus maridos. Esta submissão não significa viver como uma serva ou nunca tomar iniciativa. Pelo contrário, significa viver com amor sob a liderança de seu marido. Paulo compara o casamento cristão com o relacionamento entre Cristo e a igreja (Efésios 5:22–33).

Para que ninguém difame a palavra de Deus. Isto é para deixar os falsos mestres sem chance de atacar a fé cristã.

Para nós, no Ministério Mission Venture, é um ataque pessoal quando ouvimos alguém menosprezando ou difamando nosso precioso Senhor e Salvador e a Bíblia. Nosso mundo hoje não é um lugar fácil para os cristãos que crêem na Bíblia, mas não devemos deixar que isso nos impeça de ensinar a verdade da Palavra de Deus. Jesus nos disse que seríamos perseguidos, assim como Ele foi (João 15:20), mas tudo o que Ele nos pede é defender Sua Palavra, a Bíblia, e compartilhar Sua mensagem do evangelho com graça e amor. E Deus fará o resto.

*******


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: