Publicado por: mvmportugues | junho 13, 2019

O QUE ACONTECE APÓS A MORTE? – João 5:24-29

“Eu lhes asseguro: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida. Eu lhes afirmo que está chegando a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e aqueles que a ouvirem, viverão. Pois, da mesma forma como o Pai tem vida em si mesmo, ele concedeu ao Filho ter vida em si mesmo. E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão; os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados.”  (João 5:24-29)

O que acontece quando você morre depende do que acontece antes de você morrer. A Bíblia categoriza a raça humana em duas categorias, a salvada e a perdida. Os salvos são aqueles que confiaram em Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, enquanto os perdidos são os que não confiaram Nele; e o que acontece com os que são salvos é radicalmente diferente do que acontece com os perdidos.

A Bíblia é abundantemente clara sobre este assunto que quando a pessoa salvada morre, sua alma vai diretamente para a presença do Senhor. Isso contradiz o ensinamento chamado “sono da alma”, que implica que na morte um crente “dorme” em uma espécie de animação suspensa até o dia da ressurreição.

Jesus disse ao ladrão na cruz: “Eu te digo a verdade, hoje você estará comigo no paraíso” (Lucas 23:43). O ladrão arrependido passou da vida para o reino chamado de “paraíso”. Como poderia o ladrão estar aquele mesmo dia no paraíso como Jesus lhe disse, se sua alma fosse dormir quando ele morresse? O apóstolo Paulo escreveu: “Estar ausente do corpo é estar presente com o Senhor” (2 Coríntios 5:8); portanto, no momento da morte, a alma do crente passa imediatamente à presença de Jesus Cristo.

Também precisamos entender que a Bíblia usa o termo “dormir” para descrever a morte somente no caso dos verdadeiros crentes, e nunca para os não-cristãos, como lemos em alguns exemplos do Antigo e do Novo Testamento em 1 Reis 2:10 e João 11:11.

Paulo nos diz: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Tessalonicenses 5:23).

Então, como vemos, a humanidade é composta de corpo, alma e espírito, e os três não são os mesmos. 

  • O corpo é puramente físico e passará algum dia, mas enquanto nesta vida é o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19), para o crente.
  • A alma é a vida animada, ou a sede dos sentidos, desejos, afeições e apetites; e viverá depois da morte em um lugar ou outro, significando céu ou inferno.
  • O espírito é aquela parte de nós que se conecta ou se recusa a se conectar a Deus. Nosso espírito se relaciona com o Seu Espírito, ou aceitando Seus incitamentos e convicções, provando assim que pertencemos a Ele (Romanos 8:16) ou resistindo a Ele e provando que não temos vida espiritual (Atos 7:51).

Agora que esclarecemos a composição do homem, vamos nos concentrar nos aspectos da morte física, morte espiritual e morte eterna ou secundária.

A morte física é a “separação” da parte imaterial de uma pessoa da parte material de uma pessoa. Eclesiastes 12:7 nos diz queo pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.

A morte não é uma cessação da consciência (por exemplo, “sono da alma”). No entanto, a Bíblia descreve a morte física do crente como “aqueles que dormem” (1 Tessalonicenses 4:13-14), referindo-se ao corpo, e não à alma. Como analogia, no sono físico há uma cessação temporária da atividade física, mas não a atividade do espírito-alma; e a finalidade para a morte física será uma ressurreição física como é declarada em 1 Coríntios 15:52 para o crente e para o incrédulo em Apocalipse 20:11-15.

A morte espiritual, por outro lado, é a separação de Deus. “Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo Daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno” (Mateus 10:28).

Em Gênesis 2:17, Deus advertiu a Adão que, no dia em que ele desobedecesse ao mandamento, ele certamente morreria. Obviamente, Adão não morreu fisicamente no dia em que pecou, ​​mas morreu espiritualmente. Sua natureza se tornou contrária à natureza de Deus, porque caiu. E por causa da caída, não podia mais compartilhar o mesmo nível de companheirismo que tinha antes da queda. Como resultado, todos os descendentes de Adão nascem espiritualmente mortos; quem não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente (1 Coríntios 2:14). Embora o “homem natural” possa não se sentir espiritualmente morto, ele está morto; e o remédio para a morte espiritual deve ser vivificado pela fé no Messias (João 5:24; Efésios 2:5; Colossenses 2:13).

A morte eterna ou a segunda morte mencionada em (Apocalipse 20:14, 21:8) é uma separação de Deus na eternidade (Mateus 25:41; 2 Tessalonicenses 1:9; Apocalipse 14:11) e é permanente. Esse tipo de morte é o resultado de não crer em Jesus Cristo como seu Salvador (João 3:17-18; João 8:24; Atos 4:12). O lugar da morte eterna ou da segunda morte, o lugar onde os incrédulos estarão para a eternidade, é o lago de fogo (Apocalipse 20:11-15; 21:8).

Para resumir: Para o crente em Jesus Cristo, a Bíblia nos diz que depois da morte as almas dos crentes são levadas para o céu, porque seus pecados foram perdoados por terem recebido a Cristo como Salvador (João 3:16, 18, 36). E na ressurreição dos crentes, seu corpo físico é ressuscitado, glorificado e depois reunido a sua alma. Este corpo-alma-espírito reunificado e glorificado será a posse dos crentes para a eternidade no novo céus e nova terra (Apocalipse 21-22).

Por outro lado, para aqueles que não recebem Jesus Cristo como Salvador, a morte significa punição eterna. Apocalipse 20:11-15 descreve todos os incrédulos mortos sendo ressuscitados, julgados no Grande Trono Branco, e depois sendo lançados no Lago de Fogo.

Por favor, pense seriamente nisso, porque a morte física não é o fim do caminho. Para o crente, é a porta para o céu. Para o incrédulo, no entanto, é o começo de uma passagem para um sofrimento in-imaginável. Estas são todas verdades bíblicas, mesmo que você talvez não acredite nelas. Portanto, esteja pronto para fazer sua escolha enquanto puder, para que você não fique surpreso com o que acontece em seguida.

Se você gostaria de saber como ser salvo, clique neste link; SOBRE A SALVAÇÃO e lembre-se que a cada segundo que vivemos é precioso, porque; “temos somente uma vida que em breve passará, apenas o que é feito para Cristo durará.”

*******


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: