Publicado por: mvmportugues | maio 2, 2019

ENTENDENDO O DISCERNIMENTO BÍBLICO – Provérbios 17:24

O homem de discernimento mantém a sabedoria em vista, mas os olhos do tolo vagueiam até os confins da terra. (Provérbios 17:24)

Discernimento é a capacidade de decidir sabiamente entre a verdade e o erro, o certo e o errado. Discernimento é o processo de fazer distinções cuidadosas em nosso pensamento sobre a verdade, especialmente sobre a Palavra de Deus.

A Bíblia deixa claro que o discernimento é algo que todos nós devemos desejar e que é necessário para nos ajudar a crescer em nossa fé e nos impedir de sermos enganados (Hebreus 5:14).

O discernimento espiritual tem a ver com a capacidade de conhecer a verdade e vem de um relacionamento salvífico com Jesus Cristo. À medida que crescemos em nosso relacionamento com Ele, também obteremos discernimento espiritual, que é uma capacidade crescente de conhecer e obedecer à verdade.

Precisamos de discernimento para entender a própria Bíblia. Nossa mente humana não pode entender as Escrituras sem o discernimento que vem do Espírito Santo. Quem não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente (1 Coríntios 2:14). A sabedoria que precisamos para nossa vida está contida na palavra de Deus, mas é impossível compreender, a menos que tenhamos discernimento para entendê-las (2 Timóteo 3: 12–17).

Discernimento também significa “procurar diligentemente, examinar”. Vemos um grande exemplo disso com os cristãos de Beréia. Eles não apenas ouviram o ensinamento de Paulo, mas depois de escutar o que ele disse, foram às escrituras para ver se o que ele ensinava era verdade. Porque os Bereanos checaram o ensinamento de Paulo contra as Escrituras, ele os elogiou dizendo: Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo (Atos 17:11).

Os cristãos que discernem espiritualmente são capazes de distinguir corretamente entre o ensino verdadeiro e o falso. Aqueles com discernimento têm sabedoria. Além disso, na Bíblia nos é dito que um verdadeiro crente possui a mente de Cristo. Mas quem é espiritual discerne todas as coisas, e ele mesmo por ninguém é discernido; pois “quem conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo?” Nós, porém, temos a mente de Cristo” (1 Coríntios 2:15-16).

Como vemos, Deus somente dá ao homem espiritual o conhecimento da Sua vontade, porque ele tem a mente de Cristo.

Então, como os cristãos crescem no discernimento espiritual? Permitindo que o Espírito Santo seja sua luz orientadora; tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho (Salmos 119:105); e cuidadosamente estudando a Bíblia.

Nós, como cristãos nascidos de novo, somos ordenados a testar o que está sendo ensinado. O apóstolo João nos diz “ponham à prova e verifiquem se o espírito que eles têm é mesmo de Deus ou não.” Por que “por à prova ” é tão importante? Porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo afora (1 João 4:1).

Buscar discernimento é um objetivo para todos os que desejam andar em retidão: Oséias 14:9 diz: Quem for sábio, entenda estas coisas; quem tiver discernimento, ouça com atenção. Os caminhos do Senhor são retos, e neles andam os justos. Mas, nesses mesmos caminhos, os pecadores tropeçam e caem.

Somos ordenados a
Odiar o que é mau; e nos apegar ao que é bom (Romanos 12:9). Mas, a menos que tenhamos verdadeiro discernimento, como podemos determinar o que é “mal” e o que é “bom”? Nós só podemos fazê-lo por causa da presença contínua do Espírito Santo em nós, nunca temos que tomar uma decisão sozinhos, ou confiar em nossos recursos limitados. Ele está sempre conosco para nos guiar a toda verdade, e para nos lembrar das palavras de Jesus Cristo, o Conselheiro, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse (João 14:26 e 16:13). Portanto, temos a responsabilidade de colocar a palavra de Deus em nossa mente, para que Ele possa nos fazer lembrar dela; para que possamos manter a pureza do evangelho e saber distinguir a verdade da heresia.

Então, para obter discernimento espiritual, devemos buscar a Deus e, para isso, somos instruídos a orar por sabedoria. Tiago 1:5-6 diz: “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém, com fé, sem duvidar… “

Portanto, devemos buscar sabedoria na Palavra de Deus porque: Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra (2 Timóteo 3:16-17).

À medida que procuramos conhecer mais a Jesus, estudamos a verdade da Palavra de Deus, aprendemos a pôr a verdade em prática em nossa vida e confiamos no Espírito Santo dentro de nós, cresceremos no discernimento espiritual.

Podemos ter certeza de que Deus nos fornecerá a sabedoria e o discernimento que precisamos, quando pedirmos a Ele por isso, porque Ele deseja que vivamos uma vida cristã fortalecida, cheia do entendimento de que precisamos para seguir a Cristo.

Em resumo, o discernimento espiritual é a capacidade de distinguir com clareza o que é verdadeiro e o que é falso quando se trata da Palavra de Deus. Consequentemente, uma pessoa com forte discernimento espiritual pode distinguir se um ensinamento, ideia ou doutrina que eles estão ouvindo vem de Deus ou vem de outra fonte.

Em nosso mundo com muitas vozes concorrentes que afirmam falar por Deus, precisamos de discernimento espiritual. Sem discernimento, seremos desencaminhados por falsos mestres e idéias incorretas.

Se quisermos ter discernimento, precisamos ler a palavra de Deus, aprender a palavra de Deus e constantemente aplicá-la à nossa vida. Isso nos dará o treinamento que precisamos para suportar as idéias incorretas sobre Deus no mundo.

Deus chamou e capacitou Seus filhos para serem guerreiros da verdade e para proteger os fracos crentes entre nós; Ele não nos abençoará se nos tornarmos religiosos fracos e “homens e mulheres que dizem sim” para os falsos líderes religiosos e manipuladores. Então, estude a Bíblia e “você conhecerá a verdade e a verdade te libertará” (João 8:32).

Assim como Paulo, oramos para que o amor de vocês transborde cada vez mais e que continuem a crescer em conhecimento e discernimento. Quero que compreendam o que é verdadeiramente importante, para que vivam de modo puro e sem culpa até o dia em que Cristo voltar (Filipenses 1:9-10).

*******


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: