Publicado por: mvmportugues | março 15, 2018

CHEGOU O TEMPO ONDE AS PESSOAS JÁ NÃO TOLERAM A SÃ DOUTRINA – 2 Timóteo 4:3-4

“Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos” (2 Timóteo 4:3-4). 

Chegou o tempo em que as pessoas já não toleram mais a sã doutrina e os assim “chamados ministros” não pregam o verdadeiro evangelho. Sua falsa pregação resulta em falsas igrejas, que o próprio Jesus chamou de “sinagoga de Satanás” (Apocalipse 2:9; 3:9). Paulo falou muito sobre estes ministros falsos, especialmente em 2 Coríntios 2:14-17; 4:1-6.   

A maioria dos ministros hoje em dia não são chamados, escolhidos e ungidos por Deus para pregar o evangelho. Pelo contrário, eles são chamados e enviados por si mesmos. Eles enviam seus currículos para obter um emprego, assim como qualquer candidato faria. Eles pregam, não o verdadeiro evangelho, mas um falso. Paulo viu esses ministros em seu dia: “Pois, se alguém lhes vem pregando um Jesus que não é aquele que pregamos, ou se vocês acolhem um espírito diferente do que acolheram ou um evangelho diferente do que aceitaram, vocês o toleram com facilidade” (2 Coríntios 11:4, Gálatas 1:6-9) . Eles vieram, sem ser convidados, pela porta dos fundos para contrariar o evangelho que Paulo pregou (Gálatas 2:4). Eles usaram a palavra de Deus para seu próprio benefício, como Paulo implica: “Ao contrário de muitos, não negociamos a palavra de Deus visando lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus” (2 Coríntios 2:17). 

Os falsos pregadores têm “uma aparência de piedade, mas negando o seu poder” (2 Timóteo 3:5). Eles são recipientes vazios. Seu evangelho não tem poder para salvar ninguém do pecado. Paulo adverte para não ter nada a ver com eles. Eles “resistem à verdade” e são homens “de mentes depravadas”, que, “são reprovados na fé” (2 Timóteo 3:8). Deus os entrega a mentes depravadas para pensar e fazer o que não devem pensar e fazer. Estes falsos ministros auto-chamados e auto-enviados são rejeitados por Deus. 

Estes falsos ministros pregam um falso evangelho de sua própria invenção, geralmente baseado em psicologia; recusando-se a acreditar no verdadeiro evangelho, eles pregam um evangelho de imitação que envia pessoas para o inferno. 

A verdadeira autoridade cristã é apenas a Escritura e nada adicional é necessário, seja essa “adição” uma tradição, ou psicologia, ou reivindicação, “o Senhor me disse”, ou um sonho, ou uma visão ou um falso milagre.

Somente as Escrituras precisam ser ensinadas, e é a verdadeira pregação do evangelho que nos liberta, como Paulo declara: “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gálatas 5:1). 

Qualquer pregador que se recusa a acreditar na autoridade absoluta das Escrituras (2 Timóteo 3:16) é um falso ministro; e anula seus ensinamentos, porque se ele não acredita na inerrância da Bíblia; quais outros assuntos errôneos está ensinando? 

Um falso ministro prega o que as pessoas querem ouvir, e não o que Deus quer que eles saibam. A maioria dos pregadores de televisão e rádio pregam um falso evangelho. Eles não pregam a regeneração, mesmo que nada mais é importante, a menos que sejam novas criações. Eles não pregam o arrependimento, a lei de Deus, a santidade de Deus e a exigência de santidade de Deus. Pois Deus é santo; Ele é aquele que nos santifica (Levítico 22:32). Se não estamos vivendo vidas santas, não somos cristãos. Isso soa muito duro, mas Deus disse que Ele nos santifica e Jesus disse que “somente aquele que faz a vontade de meu Pai” entrará no céu (Mateus 7:21). 

Os ministros falsos não pregam uma fé salvadora que conduz à obediência a Deus. Eles também não falam sobre o julgamento e o inferno. Em vez disso, eles pregam a auto-suficiência, a auto-estima, a psicologia, o emocionalismo e o pragmatismo puro, que diz que, se algo me faz sentir bem, então é bom – que pensamento louco é este, mas é isto o que esta acontecendo! 

Os falsos mestres pregam um evangelho que promove saúde, riqueza, poder e fama. Eles pregam o falso ecumenismo e a teologia da libertação marxista. Eles nunca pregam o sofrimento por causa de Jesus: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará. Pois, que adiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mateus 16:24-26, Lucas 9:23). 

Os ministros falsos pregam apenas para ganhar dinheiro. Na verdade, eles não têm outro motivo. Eles distorcem o evangelho para torná-lo palatável para que as pessoas crédulas lhes dêem dinheiro. Eles eliminam todas as verdades que as pessoas não querem ouvir, como o arrependimento, a regeneração, a vida santa, o inferno e o julgamento. Eles são como Judas, que foi, no final, possuído pelo demônio. Ele roubou dinheiro e vendeu Jesus por trinta moedas de prata. Eles são como Simão Mago, que desejava comprar o Espírito Santo e negociá-lo para obter lucro (Atos 8). Os falsos ministros são charlatães, e os vemos em todo o mundo. Eles estão cheios de ganância. 

Um pastor verdadeiro não deve ser amante do dinheiro. Pedro escreve: “pastoreiem o rebanho de Deus que está aos seus cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade, como Deus quer. Não façam isso por ganância, mas com o desejo de servir” (1 Pedro 5:2). 

Muitos pastores descobrem o que a congregação quer ou não quer ouvir em vez de ensinar sobre a salvação e o senhorio de Jesus Cristo. Lembre-se, o lobo disfarçado de ovelha fala palavras agradáveis, nunca te deixa ansioso e escolhe apenas tópicos que agradam as multidões. 

Em seu aviso final à igreja, especificamente para o jovem Pastor Timóteo, Paulo implica que a doutrina sã pode ser desagradável para ouvir. É por isso que apenas os verdadeiros pastores e líderes corajosos devem ser escolhidos pelas igrejas para ensinar seu rebanho. Eles entendem essas coisas e estão dispostos a pagar o preço, enquanto outros não estão. 

Esperamos que Deus levante igrejas que serão corajosamente fiéis ao ensinar e a pregar a Palavra de Deus e que não diluam as doutrinas e adaptem às mudanças ocorridas na sociedade nos últimos anos. A sociedade muda, mas a Palavra de Deus nunca muda, é a mesma hoje e para sempre. Não há nada que dê permissão a ninguém para distorcer o que eles querem ensinar da Bíblia. A sociedade não deve mudar o que a Palavra diz; pelo contrário, a Palavra deve mudar a sociedade! 

Hoje existe uma grande apostasia na igreja e muitos querem ser politicamente corretos para não ofender ninguém, mas Jesus disse: “Ai do mundo, por causa das coisas que fazem tropeçar! É inevitável que tais coisas aconteçam, mas ai daquele por meio de quem elas acontecem!” ( Mateus 18:7). 

A controvérsia não é nada de novo para a igreja, mas hoje algumas das maiores controvérsias são aquelas em que os líderes e as pessoas comprometem a Palavra de Deus para se adaptar a um mundo que sempre está mudando. Que isto nunca seja assim em sua Igreja. 

Precisamos orar por aqueles que são escolhidos e designados para serem pastores e professores para permanecerem firmes como Jesus, mesmo em meio a críticas. Precisamos de mais pastores fiéis que pregarão, ensinarão e defenderão a verdade das Sagradas Escrituras. 

Lembre-se, a Bíblia é o único instrumento que você precisa porque: Toda Escritura é dada por Deus. E toda a escritura é útil para ensinar e para mostrar às pessoas o que é errado em suas vidas. É útil para corrigir falhas e ensinar a maneira correta de viver. Ao usar as Escrituras, aqueles que servem a Deus estarão preparados e terão tudo o que precisam para fazer toda boa obra (2 Timóteo 3:16-17).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: