Publicado por: mvmportugues | fevereiro 1, 2018

VOCÊ ACEITOU JESUS CRISTO COMO SEU SALVADOR E O FEZ SENHOR DA SUA VIDA? – 1 João 2:3-4

Muitas pessoas acreditam em Jesus Cristo como sendo Aquele que veio do céu para salvar o homem do pecado e uma eternidade no lago de fogo. O problema que muitos enfrentam, é que eles não O fazem o Senhor de sua vida. 

Precisamos entender que aceitar Cristo como nosso Salvador também requer que o reconhecemos como o Senhor da nossa vida e que o nosso desejo é de agradá-Lo em tudo o que fazemos. 

As Escrituras ensinam que o comportamento é um importante teste de fé. A obediência é a evidência de que a fé de alguém é genuína; porque se uma pessoa não tem vontade de obedecer a Cristo, ela fornece provas de que sua “fé” é apenas em nome: “Esta é a maneira pela qual podemos ter certeza de que conhecemos a Deus: obedecendo aos seus mandamentos. Aquele que diz: “Eu o conheço” mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso e a verdade não está nele” (1 João 2:3-4). Uma pessoa pode reivindicar Jesus como Salvador e fingir obedecer por um tempo, mas, se não houver mudança de coração, sua verdadeira natureza acabará manifestando-se. Este foi o caso de Judas Iscariot. 

Pode um pecador rejeitar o senhorio de Cristo e ainda reivindicar-Lo como Salvador? Alguém pode recitar a “oração do pecador” e seguir sua vida como se nada acontecesse e ainda se chamar de “cristão”? A resposta é “não”, porque é impossível ser cristão e viver na carnalidade de toda a vida, desfrutando os prazeres do pecado e nunca buscar glorificar Jesus Cristo como Senhor. Portanto, é trágico dar a falsas esperanças aos pecadores não arrependidos; em vez disso, devemos declarar todo o conselho de Deus como Jesus disse a Nicodemos: “Você tem de nascer de novo” (João 3:7). 

O pecador não deve apenas se arrepender de seu pecado, mas precisa ceder à autoridade de Cristo. Um pecador que rejeita a autoridade de Cristo em sua vida não tem fé salvadora, porque a verdadeira fé engloba uma entrega total a Deus. Assim, o evangelho exige mais do que tomar uma decisão intelectual ou fazer uma oração; porque o evangelho é um chamado ao discipulado. As ovelhas seguirão seu Pastor em obediência submissa. 

Se uma pessoa está realmente seguindo o Senhor, ela obedecerá as instruções do Senhor. Uma pessoa que está vivendo em pecado intencional e obviamente não escolheu seguir a Cristo, porque Cristo nos chama do pecado a justiça. “Portanto, se alguém está em Cristo, é uma nova criatura. As coisas velhas já passaram; tudo é novo!” (2 Coríntios 5:17). 

O objeto da fé é o próprio Jesus, não uma promessa, uma oração ou um credo. A fé deve envolver um compromisso pessoal com Cristo, e não devemos viver para nós mesmos, mas para Cristo que morreu por nós e ressuscitou (2 Coríntios 5:15). É mais do que ser convencido da verdade do evangelho; é um abandono deste mundo e um seguimento do Mestre. O Senhor Jesus disse: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz. Eu as conheço e elas me seguem” (João 10:27). 

A fé verdadeira sempre produz uma vida modificada e o interior da pessoa é transformada pelo Espírito Santo:    “Estou crucificado com Cristo; portanto, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. E essa vida que agora vivo no meu corpo, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim” (Gálatas 2:20), e “sabemos que a nossa maneira antiga de viver morreu com Cristo na cruz, para que a nossa natureza pecadora não tenha mais poder sobre nós e, assim, não sejamos mais escravos do pecado” (Romanos 6:6). 

Aqueles que se entregaram ao senhorio de Cristo – seguem Jesus (João 10:27). Eles obedecem os mandamentos de Deus (1 João 2:3, João 15:14), fazem a vontade de Deus (Mateus 12:50), permanecem na Palavra de Deus (João 8:31), mantem a Palavra de Deus (João 17: 6) fazem boas obras (Efésios 2:10) e continuam na fé (Colossenses 1:21-23). 

A Escritura ensina que Jesus é o Senhor de todos. Cristo exige uma rendição incondicional à Sua vontade: “Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo e ele fugirá de vocês. Aproximem-se de Deus e Ele se aproximará de vocês” (Tiago 4:7-8). Aqueles que vivem em rebelião contra a vontade de Deus não têm a vida eterna, porque “Deus se opõe aos orgulhosos, mas revela a sua graça aos humildes” (Tiago 4:6). 

Jesus advertiu quando disse: “Por que vocês me chamam: “Senhor, Senhor” e não fazem o que eu digo?” (Lucas 6:46). Ele também advertiu severamente aqueles que afirmam obedecer-Lo e fazer o Seu trabalho de seu destino final: “Nem todo o que me diz: “Senhor, Senhor” entrará no reino do céu, mas somente aquele que faz a vontade de meu Pai que está no céu! Quando aquele Dia chegar, muitas pessoas me dirão: “Senhor, Senhor! Não foi em seu nome que nós profetizamos? Também não foi em seu nome que expulsamos demônios? Não foi em seu nome, ainda, que fizemos muitos milagres?” Eu, porém, lhes direi abertamente: “Eu nunca os conheci! Afastem-se de mim, seus malfeitores!”” (Mateus 7:21-23) 

Chegará um dia em que cada pessoa que já tenha vivido se curvará e reconhecerá que Jesus Cristo é Rei dos reis e Senhor dos senhores. Mas enquanto estiver neste corpo e neste mundo, um verdadeiro cristão deve viver momento a momento na submissão fiel ao senhorio de Jesus Cristo. 

Aqueles que realmente aceitaram Jesus Cristo como seu Salvador O amarão e O obedecerão como seu Senhor, porque aqueles que amamos desejamos agradar (João 14:15).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: