Publicado por: mvmportugues | agosto 23, 2017

VOCÊ REALMENTE AMA DEUS E O SALVADOR? – 1 João 2:15-16

“Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16 Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo.” 1 João 2:15-16 

Quando nos dizem para não amamos o mundo, a Bíblia está se referindo ao sistema de valores corruptos do mundo. Satanás é o deus deste mundo, e ele tem seu próprio sistema de valores contrário ao de Deus (2 Coríntios 4:4). Primeiro de João 2:16 detalha exatamente o que o sistema de Satanás promove: a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens. Todo pecado imaginável pode ser resumido nesses três males; a inveja, o adultério, o orgulho, a mentira, o egoísmo e muito mais surge a partir dessas três raízes. 

O mundo é o que deixamos quando nos acercamos a Cristo. Isaías 55:7 diz:“Que o ímpio abandone o seu caminho, e o homem mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para o Senhor, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso Deus, pois ele dá de bom grado o seu perdão.” 

Amar o mundo significa dedicar-se aos tesouros, filosofias e prioridades do mundo. Deus diz a Seus filhos que definam suas prioridades de acordo com o Seu sistema de valores eterno. Nós devemos “procurar primeir” o reino e a justiça de Deus (Mateus 6:33). Ninguém pode servir dois mestres (Mateus 6:24), e não podemos estar dedicados a Deus e ao mundo ao mesmo tempo. 

Quando entramos na família de Deus através da fé em Cristo, Deus nos dá a capacidade de deixar os desejos do mundo – “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” (2 Coríntios 5:17). Nós nos tornamos cidadãos de outro reino, “porque a nossa cidadania, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” (Filipenses 3:20). Nosso desejo se torna em conhecer Deus, e realizamos que o eterno é realmente importante – não o temporal, e deixamos de amar o mundo. 

Quando experimentamos a presença do nosso Deus e Salvador, temos um profundo anseio de conhecê-Lo melhor e de nos tornar santos em nossos desejos, pensamentos e conduta. 

Se continuamos amando o mundo do jeito dos incrédulos, isto irá prejudicar nosso crescimento espiritual e nos tornará infrutíferos para o reino de Deus. Jesus nos dá dois exemplos sobre isso. Um é encontrado em Lucas 6:43-45: “Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto. 44 Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos. 45 O homem bom, do bom tesouro do seu coração, tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração, tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.” 

E o outro é encontrado em João 15:1-8 “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda. Vocês já estão limpos, pela palavra que lhes tenho falado. Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim. “Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma. Se alguém não permanecer em mim, será como o ramo que é jogado fora e seca. Tais ramos são apanhados, lançados ao fogo e queimados. Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido. Meu Pai é glorificado pelo fato de vocês darem muito fruto; e assim serão meus discípulos. 

Em João 12:25, Jesus levou esse pensamento um passo adiante quando disse: “Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna.” Jesus disse que se amamos algo mais do que Ele, não somos dignos dele (Mateus 10:37-38). 

Em resumo, o termo mundo na Bíblia refere-se ao sistema do mal, controlado por Satanás que nos afasta da adoração de Deus. Portanto, não podemos receber a vida de Deus se estamos à procura de vida em outro lugar. 

O aviso em nossa passagem (1 João 2: 15-16) corresponde muito bem ao último verso de 1 João 5, que diz: “Filhinhos, guardem-se dos ídolos”. Um ídolo é qualquer coisa que substitui Deus, qualquer coisa que fazemos maior do que Ele. Portanto, precisamos lembrar que a idolatria é quando Deus é removido do trono e outra coisa é colocada no Seu lugar. É por isso que devemos examinar nossos corações e nos colocar de joelhos diante do Senhor. Precisamos buscar Seu perdão e pedir-Lhe que nos avise através de Seu Espírito Santo quando começamos a desviar na direção errada. 

Lembre-se de “manter o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas”  (Colossenses 3:2). E,  façam tudo para a glória de Deus” (1 Coríntios 10:31).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: