Publicado por: mvmportugues | setembro 1, 2015

ESTÁ CONSUMADO! – João 19:30

Está consumado - João 19 vs 30

A noite antes do Senhor Jesus Cristo ir para a cruz Ele orou ao Pai que Ele tinha “completando a obra que me deste para fazer” (João 17:4). Quando consideramos tudo o que Ele tinha de fazer para salvar os pecadores, Seu grito de vitória, “Está consumado”, fala volumes. A justiça tinha que ser aperfeiçoada, a justiça divina teve que ser satisfeita, Jesus teve que derramar Seu sangue, a redenção tinha que ser paga, pecados tiveram que ser perdoados, a reconciliação tinha que ser feita, a morte teve que ser conquistada, a salvação tinha de ser garantida e o céu tinha que ser aberto. Tudo isso foi perfeitamente realizado de modo que a vida eterna poderia ser oferecida como um dom gratuito da graça de Deus para aqueles que confiam no Salvador todo-suficiente. 

Só quando os pecadores realizam sua condição sem esperança que eles podem começar a entender as promessas gloriosas reveladas no Evangelho de Jesus Cristo. Tudo que o homem nunca poderia fazer foi completamente realizado por nosso Senhor Jesus Cristo. Sua missão de buscar e salvar o perdido culminou na cruz. A obra da salvação estava acabada. A dívida do pecado eterno foi pago totalmente. Já que era uma dívida eterna, era impossível para o homem pagar. Mas Deus nos perdoou “todas as transgressões, e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz.” (Colossenses 2:13-14) 

Jesus “apareceu uma vez por todas, no final dos tempos para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo” (Hebreus 9:26). No entanto, muitas falsas religiões rejeitam a Palavra de Deus ao ensinar que você deve fazer algo mais, como obras, penitência, etc, para reparar os seus pecados. 

Ao adicionar à obra perfeita e suficiente de Cristo estas falsas religiões têm anulado a graça de Deus que é o único meio pelo qual Deus salva pecadores. No entanto a Palavra diz: “se é pela graça, então não pode ser baseada em obras; se fosse, a graça já não seria graça” (Romanos 11:6). A razão que Cristo tornou-se o nosso Redentor e sofreu uma morte dolorosa foi para expiar o pecado, uma vez por todas, pelo Seu sacrifício perfeito. 

Muitos também rejeitar uma outra obra consumada por Cristo – a purificação dos pecados. A Palavra de Deus declara: “quando Ele tinha feito a purificação dos pecados, sentou-se à direita da Majestade nas alturas” (Hebreus 1:3). Somente aqueles que confiam em Cristo são purificados de todo o pecado, pelo Seu sangue (1 João 1:7), que é tudo que é necessário, nada mais precisa ser adicionado, caso contrário, nosso Senhor e Salvador Jesus morreu em vão. É importante entender que todas essas falsas religiões que ensinam o contrário estão roubando Jesus Cristo de Sua glória, e isto é uma doutrina que vem diretamente do próprio Satanás. 

Depois de terminar sua obra toda-suficiente na cruz, Jesus oferece agora a Sua justiça como um dom para todos os que crêem: “Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida por meio de um único homem, Jesus Cristo.” (Romanos 5:17) 

A única maneira de receber o dom é pela fé em Cristo. Aqueles que estão cegos pelo engano religioso devem fazer o que o apóstolo Paulo fez. Ele trocou sua religião por um relacionamento com Cristo. Ele escreveu: “Eu considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo e ser encontrado nele, não tendo a minha própria justiça que procede da Lei, mas a que vem mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus e se baseia na fé.” (Filipenses 3:8-9) 

AQUI ESTÃO ALGUMAS ESCRITURAS VALIDANDO A OBRA CONSUMADA POR CRISTO PARA O SEU POVO 

  • Ele deu testemunho da verdade; oução o que Ele diz! (João 14:6; 18:37; Atos 3:22)
  • Ele veio para dar vida às pessoas que estão espiritualmente mortas. (João 14:6)
  • Ele nos deu acesso ao Pai. (João 14:6, Mateus 27:51)
  • Ele deu Sua vida em resgate por muitos. (Mateus 20:28)
  • Ele levou os nossos pecados em Seu corpo sobre o madeiro. (1 Pedro 2:24)
  • Ele morreu pelos ímpios. (Romanos 5:6)
  • Ele se entregou por nós como um sacrifício a Deus. (Efésios 5:2)
  • Ele morreu para que possamos viver juntos com Ele. (1 Tessalonicenses 5:9-10)
  • Ele deu a Si mesmo por nós para purificar o Seu povo. (Tito 2:14)
  • Ele morreu pelos nossos pecados, uma vez por todas, para nos conduzir a Deus. (1 Pedro 3:18)
  • Ele trocou o nosso pecado pela Sua justiça. (2 Coríntios 5:21)
  • Ele perdoou todos os nossos pecados. (Colossenses 1:14)
  • Ele nos purificou de todos os pecados. (1 João 1:7; Hebreus 1:3)
  • Ele nos reconciliou a Deus. (Efésios 2:14-18)
  • Ele nos resgatou do poder do pecado. (Gálatas 3:10-14)
  • Ele nos salvou da condenação. (João 3:18, 5:24)
  • Ele nos libertou das trevas para Seu reino. (Colossenses 1:13)
  • Ele satisfez a justiça divina para o nosso pecado. (1 João 2:2)
  • Ele nos fez novas criações. (2 Coríntios 5:17)
  • Ele é o único Nome pelo qual o homem pode ser salvo. (Atos 4:12)

Que glorioso e todo-suficiente Salvador temos em Cristo Jesus!

 

Fonte: Adaptado de Anunciar o Evangelho (Proclaiming the Gospel)


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: