Publicado por: mvmportugues | junho 8, 2015

VERDADEIROS CRISTÃOS OBEDECEM A DEUS – 1 Pedro 1:14-15

1 Pedro 1 vs 14-15 (P)

Sejam obedientes a Deus e não deixem que a vida de vocês seja dominada por aqueles desejos que vocês tinham quando ainda eram ignorantes. 15 Pelo contrário, sejam santos em tudo o que fizerem, assim como Deus, que os chamou, é santo. (1 Pedro 1:14-15) 

A evidência inegável de um verdadeiro cristão é uma vida transformada. Precisamos lembrar, que, se não mudarmos a nossa maneira de viver, o nosso destino eterno também nunca mudará. 

Quando uma pessoa sinceramente vem a Cristo, essa nova relação vai transformar radicalmente a sua vida. A alteração será vista imediatamente em algumas pessoas e em outras levará mais tempo. Para aqueles cujas vidas foram caracterizadas por óbvios maus hábitos e uma notável vida imoral, a mudança no estilo de vida mostrará que algo profundo aconteceu no seu ser. Para outros, que não foram envolvidos em pecados muito evidentes, a mudança pode não ser tão óbvia, mas é igualmente significativa. Lembre-se que todos nós estávamos separados de Deus por causa do pecado (Romanos 3:23), que foi perdoado por Jesus Cristo na cruz. 

Nossa conversão deve ser demonstrada em ambas as obras e os frutos. Este conceito de “dar frutos” é frequentemente utilizado na Bíblia para descrever os resultados da entrega de uma pessoa a Cristo. Se a pessoa não produz fruto, ela mostra que realmente não foi transformada pela habitação do Espírito Santo e pelo sangue purificador de Cristo, ou que ela fez de Jesus o seu Senhor e Salvador. 

Produzir frutos não é uma opção, é o resultado natural de uma pessoa entrar em união com Deus. Às vezes há uma confusão nesta questão de dar frutos ou de obras. Mas a Bíblia esclarece isso (Romanos 7:4; Efésios 2:10; Mateus 7: 21-23). 

A vida transformada começa com a obediência a Deus. Quando decidimos seguir a Deus, uma mudança fundamental ocorre e há uma enorme alegria (Gálatas 5:22). Devemos entender que embora dores e tristezas ocorrem na vida de um crente, o Espírito Santo vai nos dar uma alegria e paz que não pode ser removida. 

Por exemplo, quando deixamos a nossa conduta pecaminosa, Deus substitui o nosso pecado com o perdão e uma consciência limpa. O objetivo de nossas vidas torna-se para agradar a Deus e honrá-Lo em tudo o que dizemos, pensamos e fazemos. 

Reconhecemos que somos uma nova criação, quando entendemos o que Deus fez em nossas vidas e a obediência torna-se mais em um desejo do que apenas um dever (2 Coríntios 5:14-17). Quando obedecemos a Deus nossos pensamentos efetuam nossas ações (Colossenses 3:1-4). 

Devemos saber que uma vez que somos seguidores de Cristo, Satanás não estará feliz e vai tentar separar-nos da nossa caminhada com Ele, tentando-nos a desobedecer à Palavra de Deus. Temos que lembrar que nós pecamos quando cedemos à tentação, mas Deus prometeu que Ele sempre irá fornecer um escape (1 Coríntios 10:13). 

Quando algumas pessoas pecam e se rebelam contra Deus eles dizem “foi o diabo que me fez fazer isso” – isso é uma mentira – o diabo fez uma sugestão e nossa natureza pecaminosa votou para o diabo e o pecado – aí é quando a justiça perde a eleição. 

Algumas pessoas observam a vida de um cristão e dizem. “Viver dessa maneira é muito difícil!” Sim é verdade, não é fácil ser cristão, de fato, é impossível sem a ajuda do Espírito Santo. 

O verdadeiro cristão tem o desejo de viver cada dia com fé, porque o Espírito Santo nos ajudará a entender as verdades da Escritura e do caráter de Deus (João 16:13-15). E Ele nos dará grande coragem e capacidade de viver e partilhar a nossa fé (Atos 1:8). 

Quando partilhamos nossa fé isto produz alegria. Embora o labor de trazer as pessoas a Cristo é um trabalho árduo, o resultado final nos dará um prazer insondável (João 4:36). 

Como cristão, uma das mudanças mais dramáticas na nossa vida deve ser a forma de como usamos o nosso tempo. Os nossos planos e ambições na vida devem ser diferente. Afinal, já não devemos viver para nós mesmos, mas para Deus. 

Saberemos quais são as nossas prioridades quando nos perguntamos: O que é mais importante para mim? – Sobre o que é que eu penso a maior parte do tempo? – Como invisto o meu tempo? – Em que gasto a maior parte do meu dinheiro? – Quais são as formas e tipos de entretenimento com as quais eu me divirto – vídeos, filmes, música, livros, piadas, etc.? 

Nosso tempo na terra é curto, por isso precisamos pedir a Deus para nos ajudar a investir nossa vida em coisas que vão durar para o tempo e a eternidade (2 Timóteo 4:5-8). 

E, finalmente, como cristãos, é muito importante lembrar que somos um representante de Cristo. Uma das formas mais visíveis em que podemos representar-Lo é pela nossa maneira de falar ou de nossas conversas. Então: 

  • Pense antes de falar. Quando fazemos isto, mostramos que somos indivíduos sábios e vigilantes. (1 Timóteo 4:12) 
  • Devemos controlar a nossa língua. Quando aprendemos a controlar a nossa língua também vamos aprender a controlar outros aspectos da nossa vida. (Tiago 3:1-12) 
  • Devemos conter a conversa tola. Nós somos responsáveis ​​por toda palavra frívola que falamos. (Mateus 12:35-37) 

Como cristãos o Senhor deve ser sempre o centro da nossa atenção. 

“Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno.” (2 Coríntios 4:18)

 

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: