Publicado por: mvmportugues | junho 2, 2015

SEJAM BONDOSOS E COMPASSIVOS UNS PARA COM OS OUTROS – Efésios 4:32

Efésios 4 vs 32

“Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo.” – Efésios 4:32 

Você já foi injustiçado por alguém? Quero dizer que realmente doeu? Isto provavelmente acontece a todos nós no minimo uma vez em nossa vida. A dor é agravada quando alguém perto de nós é o culpado, como um membro da família, um amigo ou um companheiro cristão. 

As reações humanas naturais podem ser a vingança, a raiva, a amargura ou até a decepção. Nós muitas vezes nos protegemos afastando-nos do agressor. 

Muitas vezes, quando a vítima sofreu trauma, abuso e estresse emocional, é importante que a vítima permaneça separada do agressor por longos períodos de tempo e às vezes até permanentemente. 

Esperando que o infrator faça as pazes é geralmente fútil. O ofensor ou não percebe o dano que ele fez por meio de suas palavras ou ações, ou ele simplesmente não se importa. O teu sofrimento não significa nada para o transgressor. Ele não se importa e o ferido acaba carregando a mágoa.  

Jesus advertiu que muitos abusadores têm corações extremamente endurecidos e eles nunca podem experimentar qualquer empatia ou compaixão por suas vítimas. 

O Senhor Jesus nos ensinou por Seu exemplo como perdoar. Ele disse quando Ele estava pendurado na cruz morrendo: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo.” (Lucas 23:34) 

Como cristãos nascidos de novo, temos de abordar aqueles que pecaram contra nós com a atitude de graça, cautela e sabedoria santa que somente o Espírito Santo pode fornecer.  

Deus nos disse para perdoar os agressores, no entanto, Ele nunca nos ordenou a esquecer que eles ainda têm a capacidade e talvez o motivo para nos prejudicar novamente. Somente o Espírito Santo pode revelar-nos quando é seguro para nós expressarmos uma certa medida de confiança para os nossos agressores. Mesmo Jesus não confiava neles, pois os conhecia muito bem. 25 E ninguém precisava falar com Ele sobre qualquer pessoa, pois Ele sabia o que cada pessoa pensava. (João 2:24-25) 

Nós perdoamos os outros porque nós mesmos fomos perdoados. O perdão é a liberação de nossa ira e condenação em favor destas coisas: 

O perdão significa,

  • Orar por aqueles que têm más intenções contra nós (Mateus 5:44),
  • Estar cheio de amor que só é possível quando realmente permanecemos em Cristo (Salmo 86:5),
  • Nunca vingar-nos, mas deixando-o nas mãos capazes de Deus (Romanos 12:18-19). No entanto, temos o divino direito de proteger a nós mesmos, nossas crianças e pessoas inocentes que não podem proteger-se dos agressores.
  • Fazer o bem para aqueles que nunca fazem o bem para nós (Lucas 6:27-28),
  • Observar a nossa própria vida, garantindo que não somos culpados dos mesmos pecados que foram cometidos contra nós (Lucas 17:3).

Embora a Bíblia está cheia de histórias, parábolas e palavras sobre o perdão, o cerne da questão é que não vai ser sempre fácil de perdoar. As pessoas fazem coisas horríveis um ao outro, e às vezes o “perdão” não vai trazer a restauração de um relacionamento. Isso é especialmente verdade se a pessoa não se arrepende e não está disposta a mudar. Assim, embora possa ser difícil perdoar imediatamente, precisamos pensar no fato de que não importa o que tenha sido cometida contra nós, porque é cometido contra Deus mil vezes mais.

Pessoas em todos os lugares, até mesmo cristãos bem intencionados, têm uma maneira de nos ferir com base no que vêem e pensam. Eles olham para nós através de seus olhos e perspectiva, e não através do coração puro de Deus. Às vezes, nós fazemos o mesmo para os outros, também. Nós julgamos alguém por aquilo que ouvimos, o pelo que temos vivido e o que sentimos – mesmo sabendo que todos estes podem facilmente nos enganar. 

Nós nunca podemos caminhar mal quando seguimos o Espírito Santo. Em Deus é onde podemos encontrar o nosso verdadeiro valor e validação. Não podemos permitir que qualquer coisa, até mesmo os nossos próprios pensamentos ou dor, nos separe do amor do Pai. Precisamos perdoar aqueles que tentam nos julgar, aceitar aqueles que tentam nos rejeitar e amar aqueles que tentam nos ignorar. Jesus nos ensinou o que fazer em cada circunstância. Ele é o exemplo e nós somos Seus seguidores. 

A Bíblia nos diz: “Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo” (Efésios 4:32). O nosso objetivo como cristãos é imitar a Cristo. Ele nos perdoou, o que significa que podemos perdoar os outros. Podemos fazer isso porque a dívida foi paga. 

Jesus nos lembra de uma outra razão importante para perdoar. “Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. 15 Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas” (Mateus 6:14-15). O perdão é para o nosso benefício. Nós experimentamos o perdão em proporção direta à nossa vontade de perdoar os outros. O Senhor quer que vivamos uma vida abençoada por meio Dele. Não devemos deixar que essas bênçãos sejam prejudicadas por viver em amargura e ressentimento em relação aos outros. 

Há muitos tipos diferentes de “ofensas” que enfrentamos em nossas vidas, então ao invés de atacar com raiva (Provérbios 29: 11) ou à procura de vingança (Levítico 19:18), devemos compartilhar o amor de Deus e estar disposto a perdoar. 

Jesus nos ensina claramente que devemos assumir a responsabilidade para o conflito relacional que causamos. Em primeiro lugar, devemos ser reconciliados. Como podemos nos aproximar de Deus quando temos negligenciado a mágoa entre nós e outros? Deus não recebe a nossa adoração, se Ele sabe que nós não temos nenhuma intenção de amar o nosso próximo. Podemos enganar outros; mas não podemos enganá-Lo. 

Precisamos pedir a ajuda de Deus enquanto buscamos o perdão e, em seguida, procurar fazê-lo de todo o coração, porque não existem relações duradouras sem ele. 

Somente aqueles que foram lavados no perdão de Deus através de Cristo podem realmente começar a desenvolver os hábitos de um coração perdoador. 

Oração: Senhor, você sabe como temos sido ferido por outros, e como temos magoado outros também. Dê-nos o Seu Espírito de perdão para que possamos perdoar assim como você, Senhor tem nos perdoado. Amém.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: