Publicado por: mvmportugues | abril 26, 2015

COMO OS CRISTÃOS DEVEM AGIR EM SABEDORIA E GRAÇA PARA COM OS DE FORA – Colossenses 4:5-6

Colosense 4 (P)

” Sejam sábios na maneira de agir com aqueles que não pertencem à igreja, e aproveitem as oportunidades. Que as suas palavras sejam sempre agradáveis e de bom gosto, pois assim vocês saberão dar a cada um a resposta certa..” Colossenses 4: 5-6 

Paulo usou o termo “aqueles que não pertencem” para as pessoas que estavam fora da igreja (1 Coríntios 5: 12-13). Poderíamos dizer “infiéis”, “não-cristãos” ou “não-salvos.” Nós devemos nos conduzir com sabedoria para com aqueles que ainda não chegaram à fé em Jesus Cristo. 

Paulo escreveu que devemos ser sábios. Agora, para ser sábio devemos aplicar corretamente a sabedoria. A Bíblia diz que a sabedoria vem pelo temor do Senhor (Provérbios 9:10), de acordo com a Palavra de Deus. Porque os que ouvem as palavras de Deus e as colocam em prática são como um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. (Mateus 7:24) 

Assim, a Escritura nos diz para nos conduzir com sabedoria, a andar em sabedoria, para ser sábio na maneira como agimos quando estamos sendo vistos e ouvidos pelo incrédulo ou qualquer outra pessoa. 

A Bíblia nos ensina que: Devemos deixar a nossa ambição e esforcar-nos para ter uma vida tranqüila. Devemos cuidar dos nossos próprios negócios e trabalhar com as próprias mãos…, a fim de que andem decentemente aos olhos dos que são de fora e não dependam de ninguém. (1 Tessalonicenses 4:11-12) 

Pessoas de fora estão constantemente examinando os cristãos, e precisamos ter certeza de que estamos vivendo nossas vidas de acordo com os padrões de Deus. É por isso que Paulo disse a Timóteo que para um homem tornar-se um ancião na igreja, ele deve ter uma boa reputação com os que estão fora da igreja … (1 Timóteo 3:7) 

Paulo está ensinando a todos nós sobre como ser sábio em nossa caminhada, sobre como demonstrar bom comportamento. Mesmo os cristãos adolescentes devem estar pensando nisto: “Da mesma maneira, encoraje os jovens a serem prudentes. Em tudo seja você mesmo um exemplo para eles, fazendo boas obras. Em seu ensino, mostre integridade e seriedade; use linguagem sadia, contra a qual nada se possa dizer, para que aqueles que se opõem a você fiquem envergonhados por não poderem falar mal de nós.” (Tito 2: 6-8) 

Pedro disse: Vivam entre os pagãos de maneira exemplar para que, mesmo que eles os acusem de praticarem o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus (1 Pedro 2:12). Para silenciar a ignorância dos homens insensatos, pela prática do bem (1 Pedro 2:15), e para manter uma boa consciência de forma que os que falam maldosamente contra o bom procedimento de vocês, porque estão em Cristo, fiquem envergonhados de suas calúnias. (1 Pedro 3:16) 

Necessitamos testemunhar pelo nosso comportamento e para Cristo quando estamos em volta de não-crentes. Devemos nos focar no fato de que cada momento é uma oportunidade de testemunhar sobre o nosso Salvador para um mundo perdido. Portanto, “tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, 16 aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus.” (Efésios 5:15-16) 

Jesus disse: “… resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.” (Mateus 5:16)  

Um crente nascido de novo, deve ser bondoso, gentil, honesto, carinhoso, amoroso e verdadeiro. E a medida que fazemos isso, nos tornamos em uma luz que brilha neste mundo de trevas em que vivemos hoje. 

Mesmo que às vezes encontraremos resistência e hostilidade, “o servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente. 25 Deve corrigir com mansidão os que se lhe opõem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade, 26 para que assim voltem à sobriedade e escapem da armadilha do Diabo, que os aprisionou para fazerem a sua vontade.” (2 Timóteo 2: 24-26) 

No entanto; Deus também nos ordenou para expor e repreender fortemente rebeldes, divisionistas e pessoas más. 

“Pois há muitos insubordinados, que não passam de faladores e enganadores, especialmente os do grupo da circuncisão. 11 É necessário que eles sejam silenciados, pois estão arruinando famílias inteiras, ensinando coisas que não devem, e tudo por ganância. 12 Um dos seus próprios profetas chegou a dizer: “Cretenses, sempre mentirosos, feras malignas, glutões preguiçosos”. 13 Tal testemunho é verdadeiro. Portanto, repreenda-os severamente, para que sejam sadios na fé 14 e não dêem atenção a lendas judaicas nem a mandamentos de homens que rejeitam a verdade. 15 Para os puros, todas as coisas são puras; mas para os impuros e descrentes, nada é puro. De fato, tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas. 16 Eles afirmam que conhecem a Deus, mas por seus atos o negam; são detestáveis, desobedientes e desqualificados para qualquer boa obra.” (Tito 1:10-16) 

Além de sabedoria, nossa conversa precisa ser sempre cheia de graça, temperada com sal, para que possamos saber como responder a todos. Portanto, “não deixe que nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem.” (Efésios 4:29) 

Quando andamos em sabedoria e graça, mediante a orientação do Espírito Santo, este abre portas para que possamos testemunhar aos perdidos.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: