Publicado por: mvmportugues | março 23, 2015

ESTAR PREPARADO – Provérbios 6:6-9

Provérbios 6 vs 6-9

Observe a formiga, preguiçoso, reflita nos caminhos dela e seja sábio! Ela não tem nem chefe, nem supervisor, nem governante, e ainda assim armazena as suas provisões no verão e na época da colheita ajunta o seu alimento. Até quando você vai ficar deitado, preguiçoso? Quando se levantará de seu sono? (Provérbios 6:6-9)

As lições nestes versos são muito importantes e muito apropriadas para o que está acontecendo no mundo de hoje. “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.” (Tiago 1:5) 

Devemos considerar a maneira das formigas e ser sábio. Se não nos preparamos, nós não devemos ficar surpresos se nos encontramos sem. Estas são as palavras que nosso Pai celestial deu a Salomão. Ele está dizendo a todos nós para preparar-nos para tempos difíceis, para observar a pequena formiga que é capaz destas coisas. E quanto mais capazes somos nós? 

Como a formiga, devemos assegurar que temos comida suficiente, água e os itens que são necessários para sustentar nossas famílias em tempos difíceis. Devemos sempre estar preparados para possíveis desastres naturais ou qualquer outra coisa que pode acontecer de forma inesperada na vida.

Algumas pessoas podem dizer, que preparar mostra uma falta de fé, no entanto, a Bíblia nos diz o contrário: 

“Foi pela fé que Noé ouviu os avisos de Deus sobre as coisas que iam acontecer e que não podiam ser vistas. Noé obedeceu a Deus e construiu uma barca em que ele e a sua família foram salvos. Assim Noé condenou o mundo e recebeu de Deus a aprovação que vem por meio da fé.” (Hebreus 11:7) 

A Bíblia tem muito a dizer sobre aqueles que são como as formigas e estão se preparados, e aqueles que são como o preguiçoso e despreparados. 

Provérbios está cheio de advertências relativas a preguiça e o aviso para a pessoa preguiçosa. Provérbios nos diz que uma pessoa preguiçosa odeia o trabalho: “O preguiçoso morre desejando muitas coisas porque se nega a trabalhar” (Provérbios 21:25). Ele adora dormir: “Como a porta gira em suas dobradiças, assim o preguiçoso se revira em sua cama” (Provérbios 26:14). Ele dá desculpas: “O preguiçoso fica em casa e diz: “Se eu sair, o leão me pega” (Provérbios 26:13). Ele desperdiça tempo e energia: “O trabalhador relaxado é companheiro daquele que desperdiça” (Provérbios 18:9). Ele acredita que ele é sábio, mas é um tolo: “O preguiçoso considera-se mais sábio do que sete homens que respondem com bom senso”  (Provérbios 26:16). 

Provérbios também conta o fim do preguiçoso: A pessoa preguiçosa se torna um escravo: “As mãos diligentes governarão, mas os preguiçosos acabarão escravos”  (Provérbios 12:24). Seu futuro é sombrio: “O preguiçoso não ara as suas terras no tempo certo; assim na época da colheita, ele olha, mas não encontra nada” (Provérbios 20:4). O preguiçoso virá a pobreza: “Por mais que o preguiçoso deseje alguma coisa, ele não conseguirá, mas a pessoa esforçada consegue o que deseja” (Provérbios 13:4). 

Não há lugar para a preguiça na vida de um cristão. Estamos convictos de nossa necessidade de fornecer para as nossas famílias através de nossos trabalhos: “Porém aquele que não cuida dos seus parentes, especialmente dos da sua própria família, negou a fé e é pior do que os que não creem”  (1 Timóteo 5:8); e “quem não quer trabalhar que não coma” (2 Tessalonicenses 3:10). 

Como cristãos, sabemos que nosso trabalho será recompensado por nosso Senhor se perseverarmos em diligência: “E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos” (Gálatas 6:9). 

Assim como José, que foi vendido como escravo por seus irmãos e não desistiu, assim também devemos estar preparados. Ele viveu a sua vida com integridade, e ele prosperou em tudo que ele fez. Ele prosperou porque o Senhor estava com ele. No final, ele diz a seus irmãos: “Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muitos” (Gênesis 50:20). 

Portanto, devemos lembrar que acima da preparação física há o aspecto espiritual a considerar. Quão sólido estás na palavra de Deus? Você confia Nele? Você tem fé na Sua palavra? Você aceitou o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador? 

Como crentes em Jesus Cristo, nossa velha propensão para a preguiça, e todos os outros pecados, foi substituído por um desejo de viver uma vida temente a Deus: “O que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o que repartir com quem estiver em necessidade”  (Efésios 4:28). 

Lembre-se: “O prudente percebe o perigo e busca refúgio; o inexperiente segue adiante e sofre as conseqüências”  (Provérbios 27:12). 

“Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes.”  (1 Coríntios 16:13)

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: