Publicado por: mvmportugues | março 16, 2015

COMO SER UM EMBAIXADOR EFICAZ PARA JESUS CRISTO – 2 Coríntios 5:20

Embaixador para Cristo

“Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio.” (2 Coríntios 5:20) 

O trabalho de um embaixador é representar alguém ou algo. Por isso, o trabalho de um embaixador de Cristo é representar o próprio Rei em tudo o que dizemos e fazemos.

O apóstolo Paulo foi um grande modelo para todos aqueles que desejam ser um embaixador eficaz para Jesus Cristo. Ele serviu com humildade e compaixão. Ele serviu fielmente a Deus apesar das perseguições e provações que ele sofreu como resultado da oposição implacável de hipócritas e de líderes religiosos. 

Paulo ensinou publicamente de casa em casa, declarando que todos devem voltar para Deus em arrependimento e fé no Senhor Jesus (Atos 20:20-21). Ele levou a mensagem de Cristo a todos por donde ele ia. Enquanto ele ia de um lugar para outro, ele testemunhava o Evangelho da graça de Deus (Atos 20:24). Ele proclamou fielmente todo o conselho e propósito de Deus (Atos 20:27). 

Outra parte importante do ministério de Paulo era alertar os cristãos sobre os hipócritas e falsos mestres que estavam distorcendo a verdade com a finalidade de atrair os discípulos (Atos 20:30).  Paulo já tinha confrontado “cristãos professos” que tinham ensinado e abraçaram uma distorção do Evangelho de Deus. Ele condenou com anátema quem se atreveria a perverter o Evangelho de Deus. Isto incluiu também a si mesmo ou qualquer apóstolo que  distorceria o único meio de Deus para salvar os pecadores (Gálatas 1:6-9). 

Paulo enfrentou os judaizantes e hipócritas que superficialmente ensinaram sobre Jesus, mas perverteram o Evangelho através da adição de obras da lei como um outro requisito para a salvação. Qualquer esforço humano que é adicionado ao Evangelho anula a graça de Deus, que é o único meio que os pecadores podem ser salvos. Por esta razão, Paulo proclamou o que é o Evangelho, bem como o que não é. Este método é tão importante quando testemunhando a “cristãos professos” que foram desviados por uma perversão do verdadeiro Evangelho. 

O ensinamento de Paulo declara que a salvação é pela graça e não por obras (Efésios 2:8-9) e pela misericórdia de Deus e não por atos de justiça (Tito 3:5). Se seguirmos o exemplo de Paulo, iremos avisar que: 

  • Pecadores são justificados pela fé em Jesus, não pelo batismo em água, ou por receber a comunhão, nem pela freqüência à igreja, dando dinheiro, ou realizando rituais religiosos e outras obras religiosas. 
  • Pecadores são purificados pelo sangue precioso de Jesus, SOMENTE e não por outros meios; e 
  • Pecadores têm seus pecados expiados SOMENTE pela obra redentora de Jesus e não por esforços humanos como tantas falsas religiões ensinam. 

Para seguir o exemplo de Paulo é alcançar e ensinar os “cristãos professos” equivocados a verdade, para tirá-los da estrada larga que conduz à perdição enquanto direcioná-los para a estrada estreita que conduz à vida eterna. 

Paulo também exortou os crentes a não ser participantes ou parceiros com enganadores (Efésios 5:6-7).

Infelizmente, este elemento vital de lutar pela fé e expondo engano e fraude não é praticado por muitos no corpo de Cristo hoje. Na verdade, existem muitos crentes que abraçam falsas religiões como uma denominação cristã válida. Como resultado, a igreja tem dado o reino livre ao inimigo para semear joio no meio do trigo (Mateus 13:25). Muitas igrejas têm mais joio que trigo e, portanto, reflectem uma imagem do mundo, em vez de um santuário santificado de crentes. 

Paulo estando ciente dos muitos crentes falsificados, que haviam crido em vão e que continuavam em pecado, ele exortou-os: “Examinem-se para ver se vocês estão na fé; provem-se a si mesmos” (2 Coríntios 13:5) Aqueles que acreditavam em vão são aqueles que partiram do Evangelho que Paulo pregou: Cristo morreu para salvar os pecadores, Cristo foi ressuscitado dentre os mortos e Cristo apareceu a muitas testemunhas (1 Coríntios 15:1-4) Paulo proclamou a palavra de Deus em todo o seu poder. Ele não falou com palavras de sabedoria humana, para que a cruz de Cristo ser esvaziada do seu poder (1 Coríntios 1:17). 

O foco e compromisso com a evangelização de Paulo é refletido em seus escritos: “Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns. 23 Faço tudo isso por causa do evangelho, para ser co-participante dele.” (1 Coríntios 9:22-23). Ele disse, “Ai de mim se não pregar o evangelho! “ (1 Coríntios 9:16). Paulo não tinha vergonha do Evangelho e sua abordagem extraordinária de Deus. 

Por revelação divina Paulo sabia que havia apenas uma mensagem de esperança, apenas um Evangelho, porque no Evangelho, observa-se a maior troca na história da humanidade, o pecado do homem pela justiça de Deus.  Paulo resumiu esta substituição clemente e misericordiosa em um verso: “Deus tornou pecado por nós aquele (Jesus) que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus. (2 Coríntios 5:21). 

Ao seguirmos o exemplo de Paulo, vamos buscar e “conhecer a Cristo e este crucificado” e proclamar esta mensagem poderosa para aqueles que abraçaram um outro evangelho (1 Coríntios 2:2). Paulo exortou os seus discípulos para segurar com firmeza ao Evangelho que ele pregava. Aqueles que o fizeram tinham a certeza da vida eterna. Aqueles que abraçaram outros evangelhos não tinham nenhuma garantia e assim acreditam em vão (1 Coríntios 15: 1-4). 

Já que todos os verdadeiros cristãos foram confiados com o Evangelho, deixe-nos ser exortados pelas palavras de Paulo: “assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova o nosso coração” (1 Tessalonicenses 2:4). 

O verdadeiro Evangelho vai perturbar aqueles que o ouvem, pois ele fala tanto do céu como do inferno. Ele informa pecadores da justiça de Deus e Sua demanda para o pagamento de uma dívida infinita causado pelo pecado. Com isto em mente, a nossa principal motivação deve ser sempre o de glorificar a Deus, reflectindo com precisão o coração de Sua revelação para a humanidade.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: