Publicado por: mvmportugues | maio 26, 2014

A EVIDÊNCIA DE ESTAR PREENCHIDO PELO ESPÍRITO – Efésios 5:15-20

Ephesians 5 vs 15-20 (P)

“Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito.” (Efésios 5:18) 

Uma pessoa não pode ser preenchida com o Espírito Santo, que implica o controle completo do Espírito Santo, se estamos sob o controle do vinho, cerveja ou qualquer outra coisa. Portanto, os cristãos devem estar preenchidos pelo Espírito Santo, para estarem somente sob Sua influência.  

A Bíblia adverte fortemente sobre os perigos do álcool: “O vinho é zombador e a bebida fermentada provoca brigas; não é sábio deixar-se dominar por eles.” (Provérbios 20:1) 

Todos os verdadeiros crentes são habitados pelo Espírito Santo a partir do momento da conversão. Paulo dá um aviso severo em Romanos 8:9: “Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo.” Portanto, todos os verdadeiros crentes são selados com o Espírito no momento em que são salvos: “Quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados em Cristo com o Espírito Santo da promessa” (Efésios 1:13). Então, “não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção.” (Efésios 4:30) 

Ser totalmente controlado e guiado pelo Espírito não é apenas uma experiência única. Deve ser uma experiência contínua; um controle por Deus dos pensamentos e ações de momento a momento. 

Mas como é que uma pessoa tem tal experiência, e qual é a evidência de que a coisa é real? Para ser controlado pelo Espírito, devemos ceder o controle a Ele e não se deixar ser controlado por qualquer outra coisa ou pessoa. Assim, a frase, “cheio do Espírito Santo”, descreve uma pessoa que habitualmente vive com todas as áreas de sua vida sob o controle do Espírito Santo. Elas não são obstinadas, mas controladas pelo Espírito. 

Jesus prometeu que “quando o Espírito da verdade vier, Ele os guiará a toda a verdade.” (João 16:13). 

A plenitude do Espírito não significa que uma pessoa teve uma experiência dramática ou de êxtase, mas que ela sempre anda com a sua vida rendida ao Espírito Santo, para que o fruto do Espírito caracterize a sua vida. 

A verdadeira prova está na vida, que se manifesta por tais características como estão descritos no contexto das passagens referindo-se ao enchimento do espírito. O enchimento do Espírito é acompanhado pelo modo como vivemos, “tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus” (Efesios 5:15-16), e compreendendo a vontade de Deus – “Portanto, não sejam insensatos, mas procurem compreender qual é a vontade do Senhor” (v. 17). Também é acompanhado por uma conversa feliz e centrada na Bíblia – “falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor “ (v. 19) e um coração continuamente grato – “dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo (v. 20). 

Então, para ser um cristão cheio do Espírito Santo, você deve estar crescendo em sua compreensão e obediência à Palavra de Deus e também deve ser evidenciado pela ousadia no testemunho e em defender a verdade de Deus (Atos 4:31; 13:9-10). 

Se cremos em Cristo como nosso Senhor e Salvador, Deus nos deu o Espírito Santo para habitar em nós. Ele nos ordena que sejamos cheios do Espírito, que significa viver a nossa vida rendida momento-a-momento, honrando o Espírito Santo que reside em nós, em tudo o que nós pensamos, dizemos e fazemos. 

Temos que entender, que o Espírito Santo não vai encher um recipiente sujo. No entanto, “se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9). Temos que apresentar-nos a Deus, como vivos dentre os mortos e oferecer nossas mentes e corpos a Ele como instrumentos de justiça. (Romanos 6:13) 

À medida que caminhamos desta forma, confessando e abandonando o pecado, contando com o Espírito que reside em nos e em Seu poder, sendo obediente à Sua Palavra, vamos desenvolver um hábito de santidade. 

Ele irá controlar ou influenciará nossos pensamentos, nossas emoções, nossas palavras, nossas atitudes, nosso tempo, nossos relacionamentos, nossas finanças, e toda nossa vida. Ele não faz isso como um mestre de controle, mas no entanto, Ele usa nossa personalidade única e nossos dons. Ele nos enche como o vento enche as velas de um barco, dirigindo-nos em Seus caminhos de justiça e de alegria. 

Deus não quer que nós rendemos a nossa vontade a Ele para que Ele possa nos dominar – mas para que Ele possa comunicar o seu imenso amor para nós, Seus filhos.


Responses

  1. Amém.Eis me aqui Jesus!!!

    • Amém Daniele, tudo que fazemos é para a gloria do nosso Senhor. Bênçãos para você.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: