Publicado por: mvmportugues | novembro 18, 2013

O Domínio sobre a Língua – Tiago 1 e 3

Tiago 5 vs 5-6

Em todo o livro de Tiago, ele fornece exemplos de uma vida de obediência ativa. Ele nos ensina princípios que são fundamentais na vida de um cristão.

No capítulo 1:19, ele nos ensina o seguinte: “Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar.”

E no verso 1:26, aprendemos que “se alguém cuida ser religioso e não refreia a sua língua, mas engana o seu coração, a sua religião é vã.”

Tiago está instruindo seu povo e nós. Para manter um rígido controle sobre a nossa língua, não devemos permitir que tudo o que vem à nossa mente a sair da nossa boca. Temos que nos conter, caso contrário estaremos pagando as conseqüências de nossas ações. O que guarda a sua boca e a sua língua, guarda das angústias a sua alma. (Provérbios 21:23)

Uma pessoa, que tem uma língua caluniadora, não pode ter um coração verdadeiramente humilde e bondoso. Portanto, como verdadeiros cristãos, devemos nos esforçar para ver que tipo de palavras saem das nossas bocas.

No Capítulo 3:5-10 lemos: A língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. . . Assim também, a língua é um fogo; é um mundo de iniqüidade. . . contamina a pessoa por inteiro, incendeia todo o curso de sua vida, sendo ela mesma incendiada pelo inferno. . . É um mal incontrolável, cheio de veneno mortífero. . . Com a língua bendizemos o Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. Da mesma boca procedem bênção e maldição. Meus irmãos, não pode ser assim!

Linguagem decente e edificante é o produto genuíno de um coração santificado. Se quisermos ter uma atitude em nós que houve também em Cristo Jesus (Filipenses 2:5 ), então não devemos esperar ouvir  maldições, mentiras, jactâncias, e insultos da boca de um verdadeiro crente. E que não haja obscenidade, nem conversas tolas, nem gracejos imorais, que são inconvenientes, mas, ao invés disso, ações de graças. (Efésios 5:4)

Se queremos que a pureza e a semelhança de Cristo caracterize a nossa vida, precisamos começar com a nossa língua, porque se nós não disciplimos e purificamos a nossa maneira de falar, não vamos disciplinar ou purificar o resto da nossa vida. Paulo dice: Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que seja boa para a necessária edificação, a fim de que ministre graça aos que a ouvem. (Efésios 4:29)

Auto-disciplina é para ser praticada ativamente e diligentemente, em reconhecimento ao perigo constante. precisamos de disciplina para ser “pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar “ (1:19). E, o próximo verso diz, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus, que significa controlar o que se diz e parar de agredir verbalmente as pessoas que são feitas à imagem e semelhança de Deus.

Precisamos lembrar que a língua nos faz responsável para o julgamento (Tiago 3:9-12 ). Nestes versos, Tiago está afirmando o óbvio que uma fonte não derrama dois tipos de água, e uma planta de uma espécie não produz fruto de outro tipo, uma fonte de água salgada não pode produzir água doce. A implicação é que um verdadeiro cristão não vai fazer uma prática de falar coisas que desonram o Salvador, e por outro lado a linguagem da pessoa incrédula é evidência de que a pessoa não é cristã e, portanto, em perigo do inferno.

Tiago provavelmente está se referindo ao ensino de Jesus, em Mateus 12:33-37, onde a imagem de uma árvore boa dá bons frutos e uma árvore ruim dá fruto ruim, pois uma árvore é conhecida por seu fruto. Isto é aplicado especificamente a nossa linguagem, como o fruto do nosso caráter interior, pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca. Jesus fez o juízo divino explícito: “pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo.  Porque pelas tuas palavras serás justificado, e pelas tuas palavras serás condenado,” e os que elogiaram Jesus dizendo : “Senhor, Senhor “, serão mandado embora como impostores porque não são verdadeiros cristãos: “Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal!” (Mateus 7:22-23)

Tiago insiste em pureza de expressão, se a fé é genuína. Ele diz a cada um de nós: Purifique sua linguagem, caso contrário, você é um impostor e, portanto, sob o julgamento.

Para a pessoa que louva a Deus no culto de adoração e, em seguida, abusa de pessoas verbalmente em casa ou no trabalho, Tiago diz: não pode ser assim! Para a pessoa que diz: “Oh , eu sei que eu falo demais”, ele diz: seja pronto para ouvir, tardio para falar. À pessoa que se jacta: “Eu sempre falo o que penso, não importa quem eu prejudico”, a Bíblia nos diz em Provérbios 18:21: “A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto.” Para a pessoa que diz:” Eu sei que eu faço muita fofoca, mas eu simplesmente não posso parar”, Tiago diz: “Controle sua língua”. Para a pessoa que tem o hábito de falar com insultos, ridículo ou sarcasmo, Tiago exige: “Mude seu hábito de falar. “ Ele espera que a disciplina esteja ocorrendo na vida de um cristão. Qualquer cristão pode pedir a graça necessária, pois toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto (1:17) e Deus da generosamente (1:5) . Então, não há justificativa para hábitos corruptos de discurso em nossa vida. Nós simplesmente devemos nos arrepender e mudar os nossos hábitos.

Algumas pessoas dizem que querem ser “brutalmente honesto”, no entanto; eles são geralmente muito mais brutos do que honestos – porque em sua hipocrisia eles não reconhecem o pecado grave em suas próprias vidas.

Lembre-se que colhemos o que semeamos (Gálatas 6:7), portanto, pense antes de falar:

É verdade? O que eu estou dizendo?

É útil? – É inspirador? – É necessário? – É bom o que estou dizendo e gentil da maneira em que eu estou falando?

Porque: A boca do justo profere sabedoria, e a sua língua fala conforme a justiça. (Salmo 37:30)


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: