Publicado por: mvmportugues | agosto 17, 2010

ESTOU ORANDO COM DISCERNIMENTO ?

Amigos de George Mueller disseram que ele não fazia uma petição, sem uma “palavra de Deus” para apoiar o seu pedido. Na verdade, Mueller nunca começava orar até que ele tivesse passado algum tempo lendo a Palavra de Deus. Em seguida orava com uma Bíblia aberta e enchia suas petições com promessas de Deus. Na vida de George Mueller, Deus lhe deu não somente mais de um milhão de libras esterlinas, mas também, Mueller acredita, mais de trinta mil almas em resposta à oração.

Em 1 Crônicas 5:22, o povo de Deus venceu a guerra, porque a “batalha era de Deus”.  Sempre que os israelitas procuraram o Senhor a respeito de que batalhas lutar, em seguida, ao seu comando, eles sempre tiveram vitória. Por outro lado, se foram a batalha sem a Sua liderança perdiam a batalha .

A oração é o nosso campo de batalha, e nós devemos esperar que Deus nos ajude a saber quais são as batalhas “de Deus. “

Às vezes, o Espírito Santo nos dá a entender que o nosso pedido não cumpre com a Sua vontade . À medida que continuamos a orar, as palavras certas podem se formar em nossas mentes, palavras que reconhecemos que o Espírito tem prazer naquilo que estamos orando. Pode ser simplesmente um sincero: “Meu desejo mais profundo é para que o Senhor seja glorificado nesta situação. “

Se esse é o nosso desejo em oração, nós não escolhemos como Deus responde nossa solicitação. George Mueller afirmou que podemos saber o que fazer quando a forma como Deus escolhe a resposta é tão sem importância para nós, que não iríamos virar a mão para alterar o resultado. Nossa preocupação é que a resposta seja sua escolha .

Nosso objetivo na oração é descobrir o que Deus quer que nos devemos pedir, para que Ele seja glorificado. Nós não oramos para dizer a Deus o que fazer, mas para ouvir o Senhor nos dizer aquilo que Ele quer fazer em nossas vidas.

Padre celestial, ajuda-me ser consciente quando a minha oração não está expressando um desejo para que o Senhor receba a glória.

“Nós não sabemos o que devemos orar… o Espírito intercede pelos santos de acordo com a vontade de Deus”( Romanos 8:26, 27).

Esta é a famosa carta que Gerhard Tersteegen escreveu ao Senhor Jesus que deveria ser o desejo de todos os nossos corações:

A partir deste dia e para toda a eternidade, a Sua vontade e não a minha seja feita. Comande e reine em mim. Eu me rendo sem reservas, e prometo, com a Sua ajuda e poder, prefiro dar a última gota do meu sangue do que conscientemente ou voluntariamente ser falso ou desobedientes a Ti, Senhor.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: